Transmissão da Covid-19 cresce em BH e se aproxima do nível vermelho

pessoas na rua aglomeração pandemia
Evitar aglomeração é uma das formas de prevenir a doença (Moisés Teodoro/BHAZ)

O número médio de transmissão por infectado (RT) pelo novo coronavírus segue aumentando e está próximo de atingir o nível vermelho. Boletim epidemiológico divulgado hoje (16) aponta o indicador em 1,13, ainda na cor amarela. Os demais índices utilizados pela PBH (Prefeitura de Belo Horizonte) seguem no verde: ocupação dos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e de enfermaria.

De acordo com o informe, a capital mineira tem 51.194 casos confirmados de Covid-19 e 1.566 mortes. O número de pacientes recuperados chegou a 47.349 e, em acompanhamento, 2.279. O RT indica a velocidade de transmissão da doença na cidade e, em caso de aumento, pode fazer com que o Executivo municipal adote medidas com o objetivo de evitar que mais pessoas sejam contaminadas.

MEDIÇÃO DO RT

  • 0 a 0,99 – verde
  • 1 a 1,19 – amarelo
  • acima de 1,20 – vermelho

Após ser reeleito prefeito da capital mineira, Alexandre Kalil (PSD), fez um pronunciamento ontem, em frente à residência, na região Centro-Sul de BH, e o novo coronavírus foi um dos temas abordados. Segundo o mandatário municipal, a situação da cidade é “muito confortável”.

O chefe do Executivo descartou recuo na flexibilização, mas fez uma ponderação. “Não há nenhum plano de fechamento da cidade. Isso não passa na cabeça de todos nós. Se vier uma onda arrasadora em Belo Horizonte, eu vou tomar as medidas que tenho que tomar e eu não tenho medo”, disse.

Receio

No início deste mês, um dos infectologistas que compõem o comitê da prefeitura já tinha antecipado o receio de seguidos feriados (como Nossa Senhora Aparecida, em outubro, e Finados, no último dia 2) causarem um aumento nos indicadores do novo coronavírus na capital mineira. Em um cenário extremo, o comércio poderia ser fechado em pleno dezembro, época das festas de fim de ano.

 “Os feriados tiveram impactos para esse aumento e o de Finados pode refletir depois da segunda quinzena de novembro. Tudo o que a gente não quer é ter que fechar o comércio no fim do ano, a gente tá com medo, sim. Não dá para descartar a fase 0 em dezembro”, afirmou ao BHAZ Unaí Tupinambás, em entrevista feita no início deste mês (leia aqui).

Indicadores

Veja como estão os indicadores utilizados pela prefeitura para monitorar o avanço da pandemia do novo coronavírus em Belo Horizonte:

  • Número médio de transmissão por infectado (RT) – 1,13 – nível amarelo
  • Ocupação de leitos de UTI Covid-19 – 31,8% – nível verde
  • Ocupação de leitos de enfermaria Covid-19 – 29,9% – nível verde

O boletim pode ser lido na íntegra clicando aqui.

Reforce a proteção contra o vírus

A SES-MG (Secretaria de Estado de Minas Gerais) orienta que a população tome algumas medidas de higiene respiratória para evitar a propagação da doença, são elas:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização. Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
  • Ficar em casa quando estiver doente.
  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Edição: Thiago Ricci
Vitor Fórneas
Vitor Fórneasvitor.forneas@bhaz.com.br

Repórter do BHAZ desde maio de 2017. Jornalista graduado pelo UniBH (Centro Universitário de Belo Horizonte) e com atuação focada nas editorias de Cidades e Política.

Comentários