Pastor perde eleição, mulher desabafa contra igreja e viraliza

áudio evangélica xinga igreja
Áudio em que mulher xinga fieis da mesma igreja viraliza pela web (Reprodução/Twitter)

Desde o primeiro turno das Eleições 2020, diversos foram os então candidatos que usaram redes sociais para fazer declarações sobre o pleito. Passada a votação, agora muita gente segue lamentando não ter conseguido votos suficientes para se eleger. E o mesmo ocorre com apoiadores.

Nesta quinta-feira (19), viraliza principalmente por meio do Twitter um áudio que dá o que falar. Na gravação, uma mulher que se identifica como evangélica da Igreja Assembleia de Deus desabafa contra fieis da mesma igreja. O motivo? O pastor da congregação não recebeu tantos votos.

O desabafo da mulher, ainda não identificada, repercute justamente pelas palavras usadas por ela. A fiel começa o registro tranquilamente, mas sobe o tom ao passo em que se revolta com a não eleição do pastor.

“Boa noite, a paz do senhor para todos aqui. Eu vou expressar o meu sentimento não por mim, mas pelo pastor Robson”, diz logo no início. “Um homem ungido, bom, digno e a igreja falsa, dos assembleianos, falsos, um povo falso”, continua a apoiadora.

Mas o trecho que certamente levou o áudio a viralizar é o momento em que a mulher xinga frequentadores da mesma igreja. Ela os chama de “crentes safados” e “crentes sem vergonhos (sic)”. “Tô falando aqui no grupo dos assembleianos. É uma vergonha essa igreja, eu estou com vergonha de ser assembleiana. Crentes safados, crentes sem vergonhos, não honrar o pastor. E se quiserem podem me expulsar”, finaliza a mulher.

Nos comentários, internautas de diferentes partes do país se divertem com a gravação. No mesmo tuite que viralizou, ainda é possível ouvir e ver áudios e vídeos de outros candidatos não eleitos na mesma situação.

Roberth Costa
Roberth Costaroberth.costa@bhaz.com.br

Editor do BHAZ desde junho de 2018 e repórter desde 2014. Participou do processo de criação do portal no ano de 2012. É formado em Publicidade e Propaganda pela Faculdade Promove de Belo Horizonte e tem como foco a editoria de Cidades.

Comentários