Entregador desaparece ao ser levado por enxurrada para dentro de bueiro

corpo-de-bombeiros-busca-jovem
Garoto fazia entregas para o restaurante da família, quando foi arrastado pela correnteza (Divulgação/CBMMG + Reprodução/Redes Sociais)

Um adolescente foi arrastado por uma enxurrada e acabou caindo num bueiro nessa quinta-feira (19), por conta de uma forte chuva. O caso ocorreu na cidade de Pedras de Maria Cruz, na região Norte de Minas Gerais. O Corpo de Bombeiros foi acionado, e realiza buscas pelo garoto, 17, que segue desaparecido.

Testemunhas do ocorrido relatam que o jovem foi arrastado pela enxurrada enquanto pilotava uma motocicleta, na avenida Montes Claros. Ele fazia entregas para o restaurante da família e chovia forte no momento, o que causou o alagamento da rua onde o garoto estava. O bueiro para o qual ele foi arrastado deságua no Rio São Francisco.

A equipe de bombeiros de Januária, cidade que fica há 14 quilômetros de Pedras de Maria Cruz, foi até o local para realizar a busca e salvamento do jovem. Os militares realizaram o trabalho no período da tarde desta quinta-feira (19), enquanto ainda chovia forte, e fizeram buscas visuais nas caixas dos bueiros e no leito do rio. Com a diminuição da chuva, eles conseguiram conter a enxurrada que caia no bueiro, com auxílio de retroescavadeira.

O Corpo de Bombeiros desceu para o interior do bueiro, para continuar a busca pelo jovem. De acordo com a equipe, foram percorridos 230 metros até o Rio São Francisco, utilizando lanternas e rádios comunicadores.

A equipe de bombeiros não consegui localizar o corpo dentro da boca de lobo. Depois disso, os bombeiros foram até o local onde a tubulação deságua, e realizaram buscas submersas no rio, porém, sem sucesso.

Corpo de Bombeiros realizando as buscas pela vítima, no Rio São Francisco (CBMMG)
Bombeiros procuraram no lugar onde supostamente o jovem poderia ter saído (CBMMG)

Capacete encontrado

Foram feitas, também, buscas na superfície do Rio São Francisco, por volta das 18h, e os bombeiros encontraram o capacete que o jovem usava. Isso foi a cerca de 1000 metros de onde o garoto supostamente teria caído no rio.

Por causa da baixa visibilidade no período da noite, o Corpo de Bombeiros de Januária teve que encerrar as buscas, retomando-as no início da manhã de hoje (20). A vítima ainda não foi localizada.

Edição: Roberth Costa
Andreza Miranda
Andreza Mirandaandreza.miranda@bhaz.com.br

Estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Comentários