Covid-19: Zema diz que Minas vai esperar plano federal de imunização

Romeu Zema vacina
Governador fez postagens nas redes sociais sobre a vacinação (Henrique Coelho/BHAZ + Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), usou as redes sociais para afirmar que a vacinação contra o novo coronavírus no estado seguirá em “consonância” com o que for decidido pelo governo de Jair Bolsonaro (sem partido). A postagem aconteceu nessa segunda (7) após João Dória (PSDB) anunciar que a população de São Paulo será vacinada a partir de janeiro. O posicionamento de Zema está sendo um dos assuntos mais comentados no Twitter hoje.

“Qualquer definição sobre a vacinação funcionará em consonância com o Programa Nacional de Imunizações (PNI), do Governo Federal, e o Plano de Imunização contra a Covid-19, elaborado pela Secretaria de Saúde”, postou Zema. Na sequência, ele complementou a publicação dizendo que o Governo de Minas adquiriu 50 milhões de seringas e 700 refrigeradores.

“Minas já está preparada para receber a vacina que combate o novo coronavírus”. A postagem do mandatário estadual foi feita no dia em que Dória prometeu iniciar a imunização das pessoas de São Paulo no dia 25 de janeiro com a CoronaVac, desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac com o Instituto Butantan. Apesar da promessa, o imunizante não tem autorização da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

O governador de São Paulo disse ainda que a vacinação não será exclusiva aos moradores do estado governado por ele, mas para “todo brasileiro”. Diante do plano de imunização informado pelo governo de São Paulo, o BHAZ questionou o governo Zema se o Estado mineiro tem algum cronograma de vacinação. Até a publicação desta matéria, a resposta não foi enviada. Este texto será atualizado quando assim que a administração estadual se manifestar.

Conforme o último boletim do governo mineiro, divulgado hoje, Minas Gerais tem 444.800 casos confirmados de Covid-19 e 10.345 mortes. O número de recuperados chegou a 402.976 e o de casos em acompanhamento alcançou 31.479.

Repercussão

A manifestação de Zema repercutiu nas redes sociais e rendeu diversos comentários, entre críticas a apoios. O nome do governador de Minas Gerais foi parar, inclusive, nos trending topics do Twitter, nesta quarta-feira (8). “Governadores lutando pela vacina, já que o ministro da Saúde não faz ideia quando teremos vacina. E o Zema vai esperar o governo. Que ódio. Vamos morrer aos montes. Como pode isto?”, postou uma usuária.

Outro internauta também criticou o político mineiro. “Zema diz que vai esperar Bolsonaro resolver o caso das vacinas. Que cara mais inoperante é esse Zema”. Apesar das críticas, o governador também recebeu apoio. “Parabéns, governador Romeu Zema. Não adianta correr e abraçar a primeira vacina. Tem que ter cautela mesmo”, publicou um internauta.

“Parabéns, Zema. Enquanto alguns fazem propaganda de uma vacina que nem existe, você está trabalhando”, disse outro. Uma reunião entre o ministro da Saúde, Eduardo Pazuelo e governadores aconteceu nesta terça-feira (8) para tratar do Plano Nacional de Imunização contra a Covid-19.

Edição: Thiago Ricci
Vitor Fórneas
Vitor Fórneasvitor.forneas@bhaz.com.br

Repórter do BHAZ desde maio de 2017. Jornalista graduado pelo UniBH (Centro Universitário de Belo Horizonte) e com atuação focada nas editorias de Cidades e Política. Teve reportagens agraciadas pelo prêmio CDL.

Comentários