‘Revoltar-nos contra Deus’: Vereador de BH erra juramento em posse

nikolas ferreira cmbh posse
Vereador Nikolas Ferreira durante posse na Câmara Municipal (Reprodução/Facebook)

O vereador empossado na tarde desta sexta-feira (1º), Nikolas Ferreira (PRTB), assumidamente cristão conservador, se confundiu no próprio discurso enquanto assinava o termo de posse. O parlamentar tentou citar uma frase de Thomas Jefferson, mas acabou se expressando de uma forma equivocada que sugeria uma revolta contra Deus.

Enquanto discursava, Nikolas disse: “Revoltar-nos contra Deus”. Na sequência, o parlamentar fez uma breve pausa ao perceber o erro, e se corrigiu: “Revoltar-nos contra a tirania e obedecer a Deus. Assim o prometo”. A cerimônia de posse ocorre nesta tarde, na Câmara Municipal de Belo Horizonte.

Cristão armado

O segundo vereador mais votado de Belo Horizonte nas últimas eleições municipais, Nikolas Ferreira ganhou os holofotes nos últimos dias de 2020 ao postar em uma rede social um vídeo exibindo um fuzil. Na legenda da publicação, feita no dia 23 de dezembro, o vereador escreveu: “Presentinho de Natal”. Nikolas é um grande apoiador de Jair Bolsonaro (sem partido), e vem defendendo o conservadorismo.

“Já imaginou ganhar de Natal nada mais nada menos do que um fuzil, meu parceiro?”, disse Nikolas Ferreira, ao abrir a caixa da arma. No vídeo, ele tira o fuzil da caixa e afirma que a posse do objeto é graças ao presidente Bolsonaro. “Graças ao governo Bolsonaro você pode receber de presentinho de Natal”. Um homem ao lado do vereador eleito explica que dentro de quatro meses a arma chega na casa da pessoa, “graças ao nosso presidente Bolsonaro”.

Nikolas Ferreira mostra o fuzil e diz que o objeto “não veio lá da favela nem nada, isso aqui é tudo no documento certinho, isso aqui é o que o governo Bolsonaro está fazendo por nós”. O vereador eleito encerra o vídeo levantando o fuzil para cima, e declara: “O preço da nossa liberdade é a eterna vigilância, e a única coisa que para um homem mau com uma arma, é um homem bom com uma arma”.

Cidade plural

Ainda nesta tarde, o prefeito reeleito de BH, Alexandre Kalil (PSD), disse que a capital mineira é uma “cidade plural e de todos”. A declaração foi dada durante cerimônia de posse na Câmara Municipal. Kalil e o agora vice-prefeito, Fuad Noman, participaram de forma remota devido à pandemia do novo coronavírus. Além dos representantes do Executivo, os 41 vereadores e vereadoras também foram empossados.

Kalil pediu, várias vezes, a proteção divina para o mandato dele e das vereadoras e vereadores. “Deus abençoe a todos e coloque a mão sobre esta Casa. Agradeço quem apoiou e foi oposição. A pluralidade é muito importante”.

Vereadores

Veja a lista dos 41 vereadores eleitos e empossados em Belo Horizonte:

NomePartido Votos
Professora Duda SalabertPDT37.613
Nikolas FerreiraPRTB29.388
Professora MarliPP14.496
Gabriel AzevedoPatriota13.088
Álvaro DamiãoDEM12.742
Marcela TrópiaNovo10.741
Fernando LuizPSD10.620
Irlan MeloPSD8.902
Walter TostaPL8.072
Juninho Los HermanosAvante7.810
Iza LourençaPSOL7.771
Jorge SantosRepublicanos7.691
Helinho da FarmáciaPSD7.554
Bella GonçalvesPSOL6.954
Nely AquinoPodemos6.788
Cláudio do Mundo NovoPSD6.268
Léo BurguêsPSL6.190
Rogério AlkimimPMN6.061
Fernanda Pereira AltoéNovo6.049
Bim da AmbulânciaPSD6.022
Macaé EvaristoPT5.985
Ramon Bibiano da Casa de ApoioPSD5.947
Flávia BorjaAvante5.887
Braulio LaraNovo5.776
Dr. Celio FróisCidadania5.775
Professor Juliano LopesPTC5.197
Bruno MirandaPDT5.178
Reinaldo Gomes Preto SacolãoMDB5.125
Wesley AutoescolaPROS4.958
Professor Claudiney DulimAvante4.879
Sônia Lansky da ColetivaPT4.793
Marilda PortelaCidadania4.425
Ciro PereiraPTB4.340
Miltinho CGEPDT4.176
Henrique BragaPSDB4.045
RubãoPP3.788
Wanderley PortoPatriota3.767
Wilsinho da TabuPP3.734
Gilson GuimarãesRede3.593
Marcos CrispimPSC3.355
José Pereira Projeto AjudaiPP3.311

Comentários