Graças ao VAR: Galo empata no último minuto, mas continua em 3º

galo e bragantino
Galo quase perdeu para o Bragantino, mas segurou o empate (Divulgação/Galo/Flickr)

O Galo quase saiu com a derrota nesta noite chuvosa de segunda-feira (11), no Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista. O time ficou atrás no placar duas vezes, mas empatou no último minuto da partida. Mesmo assim, o 2 a 2 contra o Bragantino não foi o ideal, e o time mineiro ficou a 6 pontos do líder São Paulo. Vale lembrar que o alvinegro tem um jogo a menos do que o tricolor, o que dá certa esperança para a torcida.

Na próxima rodada, o Atlético, 3º colocado com 50 pontos, encara o xará de outro estado, o Atlético-GO. A partida será no Mineirão, em Belo Horizonte, neste domingo (17) às 18h15.

Começou bem

O Galo pisou no gramado com força total. Logo aos 39 segundos do 1T, em rápida troca de passes, Vargas recebeu de Savarino e mandou uma bomba no travessão. Na sequência, Allan arriscou de longe e o goleiro Cleiton (revelado pelo Atlético) espalmou.

+1 pra conta

O técnico Sampaoli estava agitado como de costume. Num lance em que a bola havia saído, ele insistiu com a arbitragem. Depois de muita reclamação, o juiz o advertiu com um cartão amarelo. Mesmo assim, ele continuou reclamando. Foi o 11º amarelo do técnico sob o comando do alvinegro, e o 8º no Brasileirão. Agora, o comandante está pendurado no campeonato.

Quase!

O jogo deu uma esfriada, até que o Galo chegou com perigo de novo: aos 30 minutos, a zaga do time da casa tirou, e na sobra, Savarino pegou forte de fora da área, a bola ainda desviou… mas Cleiton conseguiu fazer a defesa.

Deu tempo pro gol

O Galo estava melhor no jogo, mas foi o Massa Bruta que saiu na frente. No finalzinho da primeira etapa, aos 45, Ricardo Ryller se infiltrou entre Guga e Réver e cabeceou sozinho para as redes.

Empatou!

Na volta para o 2T, o Galo continuou pressionando o time paulista, e conseguiu o gol logo no começo, aos 10. Arana cruzou para a área, Vargas deu uma casquinha e a bola chegou em Savarino na segunda trave. Ele mandou de carrinho para as redes, deixando tudo igual no placar.

Braga na frente

Mesmo finalizando pouco, o Bragantino levava perigo na área atleticana. chutou e a bola desviou em Alonso. No escanteio cobrado por Claudinho, o lateral Edimar subiu mais alto que todo mundo e colocou o Braga na frente de novo.

Jogo quente

O Galo tentou não se abalar. Aos 39 do 2T, a bola sobrou para Arana, que botou na frente em direção ao gol, mas Cleiton saiu do gol para agarrar. E aos 41, Sasha recebeu livre cara a cara com o goleiro, mas demorou muito para chutar, e Cleiton ficou com a bola. O time da casa respondeu bem apenas 1 minuto depois: Réver afastou mal e a bola sobrou para Morato na pequena área. Ele chutou de primeira e Everson salvou o Galo.

2 a 2 na emoção!

No último minuto, o Galo ainda teve a chance do empate. Aos 51, Arana caiu na área. O árbitro só marcou a penalidade máxima ao olhar o VAR. Na batida, Hyoran mandou para o fundo das redes para empatar a partida.

Com o empate, o 3º colocado Atlético está a 6 pontos do São Paulo, e precisa de uma boa sequência para continuar forte na briga pelo título do Brasileirão.

Edição: Roberth Costa
Beatriz Kalil Othero
Beatriz Kalil Otherobeatrizkof@gmail.com

Mineira de BH, graduanda em jornalismo pela UFMG e fascinada por futebol, dentro e fora das quatro linhas. Cobre os jogos dos times mineiros como repórter freelancer para o BHAZ.

Comentários