PBH não irá decretar ponto facultativo no Carnaval 2021

monobloco carnaval 2020 pbh
Órgão também avalia realizar festa fora de época, junto com RJ e Salvador (Moisés Teodoro + Amanda Dias/BHAZ)

Atualizado às 15h28 do dia 13/01/21 para corrigir informação repassada pela Prefeitura de Belo Horizonte. Apesar de ter dito inicialmente que avaliava a possibilidade do Carnaval ter ponto facultativo, a administração municipal voltou atrás e explicou que não fará o decreto.

Desde que a pandemia de Covid-19 teve início em BH, a população foi tomada por muita incerteza sobre o futuro e, nesse período, uma dúvida foi quase unanimidade: e o Carnaval? Agora, 11 meses depois, a capital encara um segundo fechamento do comércio e, apesar de a PBH (Prefeitura de Belo Horizonte) não ter se manifestado oficialmente, é seguro dizer que a festa está suspensa. O Executivo Municipal já confirmou, no entanto, que não irá decretar ponto facultativo durante o período previsto entre os dias 13 e 16 de fevereiro.

A segunda-feira de Carnaval também costuma marcar, na capital mineira, o Dia do Comerciário, data na qual trabalhadores do comércio não podem ser convocados para desempenhar atividades. A medida é acordada por meio de Convenção Coletiva. Segundo a PBH, sem o decreto de ponto facultativo, todos os dias do período serão considerados normais, portanto o funcionamento do setor estará condicionado apenas às regras vigentes em relação à pandemia de Covid-19.

O BHAZ procurou a CDL-BH (Câmara dos Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte) para saber se há expectativa sobre como será o Dia do Comerciário este ano e aguarda resposta. A reportagem será atualizada tão logo o posicionamento seja enviado.

Carnaval ainda em 2021?

Para não perder definitivamente a festa queridinha de muitos belo-horizontinos depois de uma série de Carnavais históricos, a alternativa é fazer um fora de época. Para isso, a Prefeitura já adiantou que pretende se alinhar às decisões dos maiores nomes dessa festa no Brasil: Rio de Janeiro e Salvador. A PBH informou que, por meio da Belotur (Empresa Municipal de Turismo), tem realizado discussões sobre o Carnaval 2021 junto aos das duas cidades. Mas então quando vai ser? Ainda é cedo para dizer. Tudo vai depender de como o cenário da pandemia na capital vai evoluir.

Expectativa X Realidade

Às vésperas do que poderia ser mais um Carnaval histórico na cidade, a realidade de Belo Horizonte é agora bastante diferente. Logo na segunda semana do ano, a capital já encara uma nova restrição ao funcionamento do comércio, que voltou à estaca zero, com apenas serviços essenciais autorizados a funcionar.

Além disso, os indicadores de risco da pandemia também não dão motivo nenhum para celebrar: alcançaram os índices mais alarmantes em meses e preocupam especialistas e autoridades de saúde. Conforme o boletim epidemiológico mais recente, divulgado pela PBH ontem (12), o fator RT – quantidade de pessoas, em média, que um infectado consegue contaminar – é de 1,05 e está no nível amarelo. Também no nível amarelo e à beira de subir para o vermelho está a taxa de ocupação de leitos de enfermaria – 69,1%. A mais preocupante, a ocupação de UTIs é de 86,2%, mantendo-se no vermelho.

Edição: Vitor Fernandes
Giovanna Fávero
Giovanna Fáverogiovanna.favero@bhaz.com.br

Redatora do BHAZ desde outubro de 2019. Jornalista graduada pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-MG) e com atuação focada nas editorias de Cidades, Guia e Cultura no BHAZ.

Comentários