Após sofrer infarto, Adilson Batista apresenta melhora e deve deixar UTI

adilson batista
Adilson já foi jogador e treinador do Cruzeiro (Ricardo Danilo/Light Press/Cruzeiro)

O técnico Adilson Batista, de 52 anos, deve deixar a UTI (Unidade de Terapia Intensiva) neste domingo (17). O ex-jogador e ex-treinador do Cruzeiro sofreu um infarto na última quinta-feira (14) e, desde então, está internado no Hospital Cardiológico Constantini, em Curitiba, capital do Paraná. O treinador foi submetido a dois cateterismos.

De acordo com a assessoria do técnico, Adilson vem apresentando melhora e “talvez” não será preciso a realização de cirurgia. “Segundo o médico responsável ele deverá permanecer em observação ainda por mais duas semanas. Como a resposta foi boa até aqui, talvez não seja necessária a cirurgia”, diz um dos trechos da Fellegger Agencia no Twitter.

Adilson tem 52 anos e o último trabalho dele no futebol foi justamente no Cruzeiro, clube no qual é ídolo da torcida. Ele foi contratado com a esperança de evitar o inédito rebaixamento da equipe celeste para a Série B, mas não conseguiu. O técnico iniciou 2020 no clube mineiro, mas acabou sendo demitido após derrota para o Coimbra por 1 a 0.

O Cruzeiro desejou uma “pronta recuperação” ao ex-jogador e ex-técnico do clube. “A Nação Azul está unidade em uma corrente de fé e boas vibrações pelo nosso ex-atleta, ex-treinador e Ídolo Eterno”, afirmou o clube. Além do Cruzeiro, Adilson já treinou outras equipes do futebol nacional, como, por exemplo, Corinthians, São Paulo e Santos.

Vitor Fórneas
Vitor Fórneasvitor.forneas@bhaz.com.br

Repórter do BHAZ desde maio de 2017. Jornalista graduado pelo UniBH (Centro Universitário de Belo Horizonte) e com atuação focada nas editorias de Cidades e Política. Teve reportagens agraciadas pelo prêmio CDL.

Comentários