BH deve ter chuvas fortes e trégua do calorão no fim de semana

bh nublado
A previsão para Belo Horizonte e Minas Gerais é de chuva e céu nublado (Amanda Dias/BHAZ)

Podem dizer “adeus” ao calorão e tempo seco na capital. A previsão para Belo Horizonte – e todo o estado – é de fortes chuvas e quedas de temperatura no fim de semana. O calor ainda se mantém nessa quinta-feira (4), mas, de acordo com o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), as chuvas podem começar ainda hoje.

Na capital, os termômetros estão previstos para alcançar os 32ºC, com mínima de 18ºC. O aumento de temperatura vai ocorrer devido à aproximação de uma frente do litoral de São Paulo. Por isso, hoje (4) pode ser o dia mais quente e abafado de Belo Horizonte neste ano. No final da tarde, céu parcialmente nublado ou nublado, com previsão de pancadas de chuva no final do dia ou no período da noite.

Já nessa sexta-feira (5), mais nebulosidade na capital e as temperaturas não passarão dos 30ºC. A mínima prevista é de 19ºC e céu nublado ou parcialmente nublado, dessa vez com chuvas mais fortes a partir do período da tarde, inclusive com trovoadas. A umidade, que recentemente atingiu níveis baixos preocupantes, pode alcançar 100% e não cair para menos de 60%.

“As chuvas na capital devem mais fortes, volumosas, com raios, trovoadas e rajadas de vento”, conta o meteorologista Cléber Souza, do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia).

Com o final de semana, os “torós” em BH podem aparecer de vez, a qualquer hora do dia, e no sábado (6) a temperatura máxima vai cair, não passando de 27ºC. A mínima se mantém em 19ºC. No domingo (7), devido à alta cobertura de nuvens, mais uma queda nos termômetros; a capital não apresentará temperaturas maiores do que 24ºC. A mínima não passará de 18ºC. A umidade, por sua vez, pode variar de 85% a 35%.

Cléber explica a mudança dos indicadores nos próximos dias: “A umidade vai estar alta a partir de amanhã para gerar nuvens e provocar chuvas, por causa da frente fria que está vindo de São Paulo. Ela vai chegar na sexta, mas vai embora rapidamente. Na segunda-feira já começa a ter pouca possibilidade de chuva”.

Minas Gerais

No estado, a frente pode chegar amanhã (5) no Triângulo, no Sul, na Zona da Mata e no Campo das Vertentes, trazendo chuvas significativas. No sábado (6), o fenômeno começa a atuar nas demais regiões.

“Podem ocorrer recordes de chuvas e temporais significativos com a passagem da frente. São esperados grandes volumes de chuva. A chegada da frente também diminui o calorão que estávamos passando; a queda de temperatura máxima acontece devido a alta cobertura de nuvens”, explica o meteorologista.

No final de domingo, a frente diminui de intensidade, principalmente no sul do estado e passa a atingir mais o norte de Minas e o sul da Bahia.

Comentários