Jovem que desapareceu ao ir à padaria é encontrado em BH

higor sena jovem localizado
Jovem saiu na segunda-feira e só foi localizado hoje, na casa de um amigo (Renato Alves/Arquivo Pessoal)

O jovem de 27 anos que desapareceu na última segunda-feira (1º) após sair para ir à padaria foi localizado nesta quinta-feira (4). Higor Sena, que havia sido visto pela última vez no bairro Boa Vista, na região Leste de Belo Horizonte, foi localizado na casa de um amigo na tarde de hoje. A família ainda não se reencontrou com o jovem, mas está aliviada por ao menos saber do paradeiro dele.

A tia de Higor, que mora com ele, contou ao BHAZ que o amigo do rapaz entrou em contato com a família para avisar que estava com ele. “A gente encontrou ele, ele está bem, só falta chegar em casa”, disse. Os familiares, no entanto, ainda não sabem o que aconteceu desde a última vez que o viram e também não têm detalhes sobre o estado de saúde de Higor, já que ele ainda não voltou para casa.

Dias de tensão

Higor estava desaparecido desde segunda-feira, quando foi visto pela última vez no bairro Boa Vista. Depois de o rapaz sair para ir à padaria e não voltar mais, os familiares viveram dias de muita preocupação. Determinados a encontrá-lo, eles se mobilizaram para realizar buscas pela cidade e pediram ajuda de outras pessoas param conseguir alguma informação sobre o paradeiro do jovem.

Segundo a família, Higor tem o costume de sair de noite e voltar apenas na manhã do dia seguinte. Mesmo assim, eles se preocuparam, já que o jovem nunca havia passado tanto tempo fora de casa sem dar notícias. Um familiar contou ao BHAZ que ele era conhecido no bairro por ser “amigo de todos” e “uma pessoa muito tranquila” – e, justamente por isso, seu desaparecimento causou tanta preocupação.

Edição: Thiago Ricci
Giovanna Fávero
Giovanna Fáverogiovanna.favero@bhaz.com.br

Repórter no BHAZ desde outubro de 2019. Jornalista graduada pela PUC Minas (Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais) e com atuação focada nas editorias de Cidades, Guia e Cultura.

Comentários