Governo de Minas abre consulta pública sobre Rodoanel da Grande BH

projeto rodoanel bh
Projeto divulgado no fim de 2020 garante que obra permitirá redução de mil acidentes por ano (DER-MG/Divulgação)

O Governo de Minas abriu, nesta sexta-feira (5), a consulta pública referente ao projeto do Rodoanel Metropolitano de BH. A consulta ficará aberta durante 45 dias – com fim previsto para o dia 22 de março – para ampliar a participação pública no processo de construção do Anel Rodoviário na Grande BH, uma demanda antiga dos moradores da região. A obra será um dos destinos do valor acordado entre o Governo de Minas e a Vale como indenização pelos danos causados pelo rompimento da barragem de Córrego do Feijão.

Por meio da consulta pública, a Seinfra (Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade) tem objetivo de divulgar o projeto, garantir a transparência no processo e, especialmente, receber contribuições da sociedade sobre o modelo proposto. A minuta de edital objeto da consulta, assim como estudos de engenharia econômico-financeiros e jurídicos do projeto, foi disponibilizada em um site.

Quem quiser fazer contribuições com o projeto pode enviar sugestões para o email rodoanelmetropolitano@infraestrutura.mg.gov.br. Mas atenção: as contribuições devem ser feitas seguindo um modelo de questionamentos disponibilizado no site.

Audiências públicas

Ao longo dos 45 dias da consulta serão promovidas audiências públicas para apresentação, esclarecimentos sobre o projeto e oitiva da população. Devido à pandemia de Covid-19, as sessões serão virtuais e integralmente acessíveis por meio de links que serão disponibilizados nos canais de comunicação da Seinfra e no Diário Oficial do Estado.

A previsão é que sejam realizadas cinco audiências. Após coleta e análise de todas contribuições, a secretaria vai realizar os ajustes que considerar pertinentes nos documentos que compõem o Edital e seus anexos. A publicação do edital deve ocorrer ainda no primeiro semestre de 2021. O regulamento para participar da consulta pública pode ser acessado aqui.

O Rodoanel

O Rodoanel ligará alguns dos principais polos econômicos de Minas Gerais, ampliando a malha viária do estado. A região do Anel Rodoviário ficará, portanto, livre para a circulação de veículos coletivos e individuais. De acordo com os estudos iniciais, a mudança deve proporcionar a redução de, em média, mil acidentes por ano.

Além disso, o governo lista ainda outros benefícios diretos e indiretos que a obra deve proporcionar à região metropolitana de BH:

  • Aumento do PIB da RMBH – entre 7% e 13% de aumento em dez anos;
  • Aumento da produtividade da RMBH, com crescimento da produção entre 0,8% a 1,3% em dez anos;
  • Redução de deslocamento e tempo de viagem entre 30 e 50 minutos, tanto para veículos de carga, quanto na mobilidade urbana;
  • Geração de mais de 10 mil empregos diretos e indiretos;
  • Segurança viária, com a previsão de uma rodovia com todos os recursos necessários para manutenção do serviço e do pavimento;
  • Diminuição dos impactos ambientais por meio de compensações;
  • Minimização das emissões de CO2 em quase 10%;
  • Diminuição dos custos de carga e escoamento, gerando mais competitividade aos produtos mineiros

Com Agência Minas

Edição: Thiago Ricci
Giovanna Fávero
Giovanna Fáverogiovanna.favero@bhaz.com.br

Repórter no BHAZ desde outubro de 2019. Jornalista graduada pela PUC Minas (Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais) e com atuação focada nas editorias de Cidades, Guia e Cultura.

Comentários