‘Salário de engraxate’: Vereador que recebe quase R$ 6 mil pede aumento

vereador arturzinho discurso salário engraxate
Discurso do vereador repercutiu entre a população (Reprodução/Arturzinho Ibirité/Facebook)

Mesmo em meio a uma pandemia que assola o mundo – e caminha para um ano de duração – e com mais de 14 milhões de desempregados no Brasil, um vereador da região metropolitana de BH resolveu desdenhar do salário de quase R$ 6 mil – e, de quebra, ainda desrespeitou profissionais. Para defender o próprio aumento, o legislador da cidade de Ibirité disse que “isso não é salário de vereador, é salário de vendedor de laranja, engraxate”.

O autor da frase é Artur Orlando da Silva (DEM), conhecido como Arturzinho. O discurso foi realizado na segunda-feira (8), em plenário da Câmara do município com 180 mil habitantes, e ganhou as redes sociais nas últimas horas. “Meu salário de vereador está aqui para quem quiser ver. Um vereador de uma cidade de 200 mil habitantes ganhar R$ 5,9 mil?”, disse em trecho da fala.

“Secretário [municipal] ganha R$ 8 mil, R$ 10 mil. Por isso todo mundo quer ir para a prefeitura e não quer ser vereador”, continuou. “Isso aqui [R$ 5,9 mil] não é salário de vereador, é salário de vendedor de laranja, engraxate. O cara vai falar que é muito dinheiro, mas para vereador que cuida da cidade é pouco”, argumentou Arturzinho antes de finalizar: “Por isso tem que votar pro salário de vereador aumentar”.

O vídeo com o discurso na íntegra foi postado nas redes sociais do vereador. “Apresentei também o meu contracheque de janeiro, pois a maioria da população acha que o salário de um vereador é superior a R$ 15 mil, mas a realidade é que ganhamos 5.876,08, e a demanda do meu gabinete é extremamente alta”, publicou.

‘Falta de respeito’

A fala de Arturzinho logo foi intensamente criticada pela população. “Quero ver ganhar salário mínimo, vereador. A maioria dos trabalhadores não ganham nem R$ 2 mil. Vai trabalhar”; “O senhor não se envergonha de reclamar de um salário que é três vezes maior do que de um professor que trabalha na mesma cidade? Se não te atende é melhor renunciar”; e “Absurdo. Falta de respeito com o povo”, foram alguns dos comentários publicados.

‘Peço desculpas’

Após a repercussão negativa, o vereador publicou uma nota de esclarecimento na tarde de ontem (10). Arturzinho destacou que não teve a intenção de “desqualificar ou desmerecer o trabalho do outro” ao fazer a comparação do salário de vereador com o de engraxate e vendedor de laranjas. “Entendo que todo trabalho digno deve ser valorizado”.

“A minha intenção foi apenas mostrar à sociedade que o salário de vereador de Ibirité não condiz com a subjetividade da população, que imagina que o salário de vereador seja exorbitante. Sendo assim, peço desculpas e reafirmo o meu compromisso, respeito, admiração por todos os trabalhadores”, afirmou, em um dos trechos.

O BHAZ entrou em contato com o gabinete de Arturzinho para entrevistar o parlamentar. No entanto, a reportagem foi informada que ele não vai falar sobre o caso e que o posicionamento se dará apenas pela nota de esclarecimento publicada nas redes sociais.

nota arturzinho
Nota publicada pelo vereador após a repercussão do discurso (Reprodução/Arturzinho Ibirité/Facebook)

Edição: Thiago Ricci
Vitor Fórneas
Vitor Fórneasvitor.forneas@bhaz.com.br

Repórter do BHAZ desde maio de 2017. Jornalista graduado pelo UniBH (Centro Universitário de Belo Horizonte) e com atuação focada nas editorias de Cidades e Política. Teve reportagens agraciadas pelo prêmio CDL.

Comentários