Após causar abortos devido a agressões, homem mata companheira em BH

viatura pm
Ocorrências foram registradas pela PM (FOTO ILUSTRATIVA: Amanda Dias/BHAZ)

A região Noroeste de Belo Horizonte foi palco de violentos crimes entre a noite de quinta-feira (11) e a madrugada desta sexta-feira (12). Em um dos casos, uma jovem de 28 anos foi assassinada pelo companheiro, que, devido a agressões anteriores, já tinha provocado abortos na mulher. Em outra ocorrência, um homem foi esfaqueado pelo suposto amante da esposa.

No caso que terminou em morte, a jovem foi esfaqueada duas vezes nas costas nas primeiras horas desta madrugada na avenida Jose Bonifácio, perto do emblemático conjunto IAPI, no bairro São Cristóvão. Acionados, os militares chegaram a encaminhar a vítima ao hospital Odilon Behrens, mas, mesmo dando entrada com vida, a mulher morreu pouco depois.

Os militares apuraram com testemunhas que o autor das facadas foi o companheiro da jovem. Imagens gravadas por câmeras de segurança mostram o casal passando pela mesmo avenida momentos antes do assassinato. Eles estavam gesticulando de forma agressiva, como se estivessem discutindo.

Os aparelhos não gravaram o momento das facadas, mas os policiais conseguiram identificar também que o homem das imagens usava a mesma roupa que o assassino, conforme as testemunhas: blusa branca de manga comprida; boné vermelho; bermuda colorida laranja, preta e amarela; chinelos e mochila preta nas costas.

Abortos

Os PMs apuraram, ainda, que o casal brigava constantemente e o homem é bastante violento. Inclusive, devido às agressões protagonizadas por ele, a mulher já teria abortado duas vezes. O rapaz também já foi expulso de diversas moradias, sempre de acordo os militares, por causa de seu comportamento. Até o fechamento da ocorrência, ele não tinha sido encontrado.

Facada após carona

Já no bairro Califórnia, um homem de 46 anos foi esfaqueado por outro homem. Segundo as autoridades, ele estava vigiando a esposa ontem: foi até o local de trabalho dela, esperou ela sair e começou a segui-la. A mulher entrou no carro de um suposto amante e, em determinado momento, o marido decidiu parar a moto que pilotava na frente do automóvel.

Segundo a PM, o marido então começou a bater o capacete no veículo. O motorista, de 33 anos, desceu com uma faca em mãos e atingiu a vítima na região lombar. Após o ataque, ele fugiu sem prestar socorro e deixou a mulher que estava com ele.

‘Relação desgastada’

A mulher da vítima contou aos policiais que está casada com o homem há 20 anos e tem dois filhos com ele. No entanto, ressaltou que ambos dormem em camas separadas e que a relação está “desgastada”.

O marido esfaqueado foi levado para o Hospital João 23 e estava consciente quando deu entrada na unidade de saúde. O autor das facadas foi procurado onde mora e em outros locais que costuma frequentar. Até o fechamento da ocorrência, não havia sido preso.

Ninguém preso

O BHAZ entrou em contato com a Polícia Civil para saber se os suspeitos envolvidos nas duas ocorrências foram presos pela corporação. Sobre o primeiro caso, a reportagem foi informada que “foi instaurado um inquérito policial para apurar”. “As investigações estão em andamento e, até o momento, o suspeito não foi localizado. Demais informações serão repassadas em momento oportuno”, informaram os policiais.

Já com relação ao feminicídio, a Polícia Civil disse que “iniciou as investigações referentes ao homicídio a fim de desvendar a motivação e autoria do crime”.

Edição: Thiago Ricci
Vitor Fórneas
Vitor Fórneasvitor.forneas@bhaz.com.br

Repórter do BHAZ desde maio de 2017. Jornalista graduado pelo UniBH (Centro Universitário de Belo Horizonte) e com atuação focada nas editorias de Cidades e Política. Teve reportagens agraciadas pelo prêmio CDL.

Comentários