Após anunciar fim, Guaja encontra saída e já tem data para reabrir

guaja
O café estava funcionando apenas com delivery nos últimos meses (Reprodução/@guaja.cc/Instagram)

O ano de 2021 começou com os desafios já conhecidos, mas uma sensação de novas perspectivas, especialmente pelo início da vacinação. Em Belo Horizonte, uma notícia vai exatamente nessa linha para trazer esperança e alegria principalmente para o público mais jovem. O Guaja, que chegou a anunciar o fechamento no ano passado, informou nessa quinta (18) que vai reabrir em março no mesmo casarão onde ficou conhecido, na avenida Afonso Pena, esquina com Santa Rita Durão.

“Ai, meu coração 😍 Há exatos 5 anos desembarcávamos na esquina da Afonso Pena, ou melhor, embarcávamos nessa casa que tem forma de navio. Um casarão que transformou nossa história e, sem dúvidas, também foi transformada por nossa existência”, introduz o café e co-working em publicação no Instagram. “Mês que vem a essa altura já estaremos batendo ponto nesse endereço amado. Até breve 💜”, finaliza.

Novidades após susto

Em maio do ano passado, quando o fechamento “definitivo” tinha sido anunciado, o arquiteto Lucas Durães, co-fundador do espaço, tinha oferecido o casarão para novos inquilinos. “O casarão que por 4 anos foi nosso ponto de encontro preferido está aberto para novos empreendimentos que queiram continuar essa ou outras histórias”, disse, em rede social.

Menos de um ano depois, o lugar foi reformado e vai voltar a abrigar o Guaja. Um dos acréscimos foi um bar de drinks do lado de fora. O convés também sofreu alterações. “Melhor infraestrutura, mais tomadas e um super banco de madeira pra todo mundo ficar mais confortável”, anunciou o co-working.

O estabelecimento, que estava funcionando nos últimos meses apenas como delivery, também anunciou novas parcerias. A Casa Baanko, co-working no bairro Funcionários, vai mudar para o mesmo endereço que o Guaja para, segundo os envolvidos, deixar “o terreno ainda mais fértil para o ecossistema empreendedor”. A cervejaria Sátira, por sua vez, vai assumir a operação de restaurante e entretenimento.

O casarão vai voltar a oferecer cursos, workshops, entre outros eventos, além do espaço compartilhado de trabalho. Os belo-horizontinos comemoram a reabertura na rede social. “Nossa, eu tô emocionada”; “Aquele ‘empreender pra somar’ levado a risca! Estimo sucesso nessa nova caminhada pessoal!”; e “Contando os segundos” foram alguns dos comentários.

Edição: Thiago Ricci

Comentários