Covid-19: BH tem queda em ocupação de UTIs e taxa de transmissão

comércio na pandemia
Manutenção dos indicadores em níveis mais amenos é essencial para garantir comércio de portas abertas (Amanda Dias/BHAZ)

A semana começou com índices positivos no monitoramento da Covid-19 em Belo Horizonte. Dois dos três indicadores de risco sofreram queda: a taxa de transmissão, que foi para 0,94, e a ocupação de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) – que está em 65,5%. O terceiro indicador, a ocupação de leitos de enfermaria, sofreu um pequeno aumento – de 47% para 48,7% -, mas segue no nível verde, de menor alerta.

As informações são do boletim epidemiológico divulgado pela PBH (Prefeitura de Belo Horizonte) nesta segunda-feira (22). De acordo com o levantamento, a capital já acumula mais de 105 mil casos confirmados e outros 4 mil em acompanhamento. Ao todo, 2.671 pessoas já perderam a vida para a doença na capital – dessas mortes, 14 foram registradas apenas entre a última sexta (19) e hoje.

indicadores covid-19 bh
Dois dos três indicadores de risco tiveram queda desde a última sexta (PBH/Divulgação)

Depois de um início de ano tumultuado, com recordes de risco e um segundo fechamento do comércio, a situação se mantém mais estável na capital, sem nenhum indicador no nível vermelho. Tanto o fator Rt – quantidade de pessoas, em média, que um infectado contamina – como a taxa de ocupação de enfermarias estão dentro dos índices considerados ideais – abaixo de 1 e abaixo de 50%, respectivamente – e a ocupação de UTIs segue fora do nível de maior alerta.

Imunização

Outro fator importante para o controle do vírus, a imunização também avançou um pouco na capital. Ao todo, 106 mil pessoas já receberam a primeira dose do imunizante – e, dessas, 51 mil já receberam a segunda. Outras 45 mil doses que já foram distribuídas para os pontos de imunização devem ser aplicadas em breve e a capital também já conta com mais 40 mil imunizantes que ainda não foram distribuídos.

Edição: Roberth Costa
Giovanna Fávero
Giovanna Fáverogiovanna.favero@bhaz.com.br

Repórter no BHAZ desde outubro de 2019. Jornalista graduada pela PUC Minas (Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais) e com atuação focada nas editorias de Cidades, Guia e Cultura.

Comentários