Haddad vem a Belo Horizonte e se reúne com Kalil amanhã

Kalil Haddad
Alexandre Kalil e Fernando Haddad podem estar na disputa das eleições no ano que vem (Moisés Teodoro/BHAZ + Rovena Rosa/Agência Brasil)

Possível nome do PT nas eleições do próximo ano, o professor Fernando Haddad desembarcou em Minas ontem (23). Ele fará um tour por diferentes cidades do estado como ponto de partida da agenda nacional do Partido dos Trabalhadores, que completa 41 anos em 2021. Amanhã (25), Haddad terá como um dos compromissos uma reunião com o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD). A presidente do PT, Gleisi Hoffmann, o acompanhará nos encontros.

O ex-presidenciável começou a quarta-feira em Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte. Como primeiro ato, ele visitou a área atingida pelo rompimento da barragem da Vale. Ao longo do dia, ele ainda encontrou-se com outras lideranças como Marília Campos (PT), prefeita de Contagem, na região metropolitana da capital mineira.

Belo Horizonte

Em BH, Hadadd vai começar a quinta-feira com o lançamento do fórum de prefeitos e vices do PT-MG. Em seguida, ele vai participar do seminário “Educação, Luta e Esperança” com a participação da vereadora belo-horizontina Macaé Evaristo (PT). No final da manhã, uma reunião será realizada com os deputados estaduais do PT.

O primeiro compromisso da tarde começa com o prefeito Alexandre Kalil (PSD). A reunião, às 15h, foi solicitada pelo aliado de Lula. A equipe do prefeito de BH minimizou o encontro entre os dois e ressalta que Kalil já esteve com outros políticos como o presidente Bolsonaro (sem partido) e Ciro Gomes (PDT). Ou seja, trata-se de um procedimento padrão.

Em conversa com o BHAZ, o presidente municipal do PT, Guilherme “Guima” Jardim, comentou sobre o diálogo entre o ex-candidato e o prefeito. “A conversa vai ser sobre a política de Minas, de BH, defesa da vacina, qual o futuro do país diante do quadro que nós temos de aumento do autoritarismo e fortalecimento de setores que pregam o ódio”.

Em relação a uma possível aliança, o presidente disse que “na política tudo é possível”, mas que “ainda é muito prematuro”. “É claro que a articulação politica e diálogos é necessário e importante e fundamental no momento politico que o país vive, sobretudo para a gente entender as posições de todo mundo”.

“É comum da politica dialogar entre quem participa dela, então vejo isso com naturalidade, a articulação do partido com o prefeito Alexandre Kalil, que pode vir a dar certo ou pode vir a não dar. O importante é manter sempre os diálogos vivos com as opiniões e as estratégias de como construir os próximos períodos políticos”, explicou Guima.

No final do dia, às 19h, um ato de aniversário dos 41 anos do PT com transmissão ao vivo está sendo organizado pelo partido. Os ex-presidentes Lula e Dilma Rousseff vão participar da live, que encerra a agenda de Haddad na capital mineira.

Minas Gerais

Minas Gerais vai dar início às viagens de comemoração aos 41 anos da fundação do PT e à agenda nacional do possível candidato à presidência Fernando Haddad. Guima explicou que a decisão veio da direção nacional do partido. “Minas Gerais sempre foi um estado importante”.

“Todas as vezes que o PT venceu, tanto com o presidente Lula quanto com a presidenta Dilma, Minas Gerais teve um papel importantíssimo nas vitórias, então sem dúvida nenhuma Minas Gerais continua tendo o seu papel importante na politica nacional, então duvida nenhum foi por esse motivo que o PT nacional escolheu BH pra dar inicio na jornada de caminhadas”, completa.

Edição: Roberth Costa

Comentários