Rodovias mineiras vão receber 526 novos radares em trechos críticos

rodovia mg radar
Aparelhos serão implantados em trechos com alto índice de acidentes (DER-MG/Divulgação)

As rodovias de Minas Gerais receberão, em breve, novos 526 radares em trechos com maior índice de acidentes causados por excesso de velocidade. O DER-MG (Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais) lançou um edital de licitação para escolher a empresa que será responsável pelo monitoramento de todos os radares – que, incluindo os novos, chegarão a quase mil.

Atualmente, o DER-MG tem 469 radares ativos, mas o contrato atual vence neste ano. Por isso, o edital lançado neste mês prevê a manutenção dos 469 aparelhos em funcionamento e a implantação dos outros 526.

A medida, que vai garantir mais do que o dobro de equipamentos de fiscalização em operação nas estradas mineiras, deve contribuir para a redução de acidentes nas rodovias do estado e exigir que os motoristas redobrem a atenção para respeitar os limites de velocidade.

Fiscalização

De acordo com o gerente de Tráfego, Segurança Viária e Faixa de Domínio do DER-MG, Cristiano Coelho, em 2020, cerca de 714 milhões de veículos foram fiscalizados pelos equipamentos de controle eletrônico de velocidade.

Desse total, mais de 743 mil foram autuados por trafegarem com excesso de velocidade – 0,1% dos veículos fiscalizados. “Esta porcentagem indica que a grande maioria dos condutores entendem e respeitam o Programa de Controle de Velocidade do estado de Minas Gerais”, avalia.

Segurança

O diretor de Operação Viária do DER-MG, Anderson Tavares Abras, explica que o objetivo da licitação é proporcionar melhores condições de segurança aos usuários das rodovias. Segundo ele, a decisão surgiu com base em estudos e levantamentos de pontos críticos nas rodovias.

“O programa de Controle de Velocidade foi elaborado a partir de levantamento de dados de acidentes ocorridos na nossa malha rodoviária. As informações colhidas foram objeto de estudo de tráfego, buscando a identificação de pontos críticos, onde observou-se que a severidade dos acidentes estava diretamente relacionada aos excessos de velocidade dos veículos envolvidos. Diante disso, há a necessidade de um controle eficaz e permanente”, explica Abras.

Etapas

O edital está dividido em quatro lotes, aglutinados por coordenadorias regionais do DER-MG, e prevê a contratação de empresa para prestação de serviços de engenharia de natureza contínua por 30 meses, podendo ser prorrogado por mais 30 se for vantajoso para o DER-MG. O investimento está estimado em R$ 140 milhões.

Conforme o edital, o lote 1 engloba rodovias das regiões Central, Centro-oeste e Sul. O lote 2, trechos localizados na região Central, Alto Paranaíba, Jequitinhonha e Triângulo. Já os segmentos de rodovias do Norte, Vale do Rio Doce, Jequitinhonha, Vale do Mucuri e Noroeste estão contemplados no lote 3 e o Campo das Vertentes, Zona da Mata e Sul de Minas concentram rodovias no lote 4.

As empresas interessadas têm até o dia 8/3/2021 para protocolar as propostas e as documentações exigidas no edital 02/2021.

Com Agência Minas
 

Edição: Thiago Ricci
Giovanna Fávero
Giovanna Fáverogiovanna.favero@bhaz.com.br

Repórter no BHAZ desde outubro de 2019. Jornalista graduada pela PUC Minas (Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais) e com atuação focada nas editorias de Cidades, Guia e Cultura.

Comentários