Como as escolas podem contribuir para a prevenção ao câncer de pele?

cancer de pele
Agência Brasil/Fernando Frazão

No início deste mês, comemorou-se o Dia Mundial contra o Câncer, com o objetivo de aumentar a conscientização da população sobre a prevenção a essa doença. Campanhas como o Outubro Rosa, de prevenção ao câncer de mama, e o Dezembro Laranja, sobre os cuidados contra o câncer de pele, são primordiais para informar a população a respeito do autoexame e dos primeiros sinais da doença. 

Segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), o câncer de pele é o mais frequente no Brasil e corresponde a cerca de 30% de todos os tumores malignos registrados no país. A cada ano, 686 mil pessoas são diagnosticadas com câncer no país. Destes, 177 mil se referem ao câncer de pele. Felizmente, quando diagnosticado e tratado precocemente, este apresenta altos percentuais de cura. 

É exatamente por acreditar no potencial das campanhas preventivas contra o câncer que tenho atuado na interlocução entre a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), a Secretaria de Estado de Educação (SEE/MG) e a Secretaria de Estado de Saúde (SES/MG). Enquanto o importante projeto do meu colega Deputado João Leite – cria a política de prevenção ao câncer de pele Sol, Amigo da Infância como atividade extracurricular no ensino fundamental – tramita na ALMG, tenho dialogado com o Poder Executivo para viabilizar o quanto antes a fotoeducação nas escolas.

O principal objetivo dessas conversas é que, além da campanha do Dezembro Laranja, planejado anualmente pela SBD, os professores das escolas públicas estaduais elaborem atividades extracurriculares a respeito dos efeitos excessivos do sol e das formas de prevenção. A orientação para a exposição solar é uma ferramenta importante para prevenir o câncer de pele na vida adulta. Como resultado da articulação que tenho feito, a SEE/MG, em parceria com a SES/MG, está realizando estudos para formalizar a inclusão da campanha de combate ao câncer de pele no calendário letivo de 2021.

Trabalhar em prol da educação básica e de melhores condições de vida para os cidadãos é o que me move. Dialogar com diversos atores em prol de campanhas de prevenção nas escolas também é papel do legislativo. Nesse sentido, saliento que meu gabinete está de portas abertas para receber os entusiastas pela educação!

Laura Serrano
Laura Serranocontato@lauraserrano.com.br

Laura Serrano é deputada estadual eleita com 33.813 votos pelo partido Novo. Economista, Mestre pela Concordia University (Canadá), pós-graduada em controladoria e Finanças e graduada pela UFMG com parte dos estudos na Université de Liège (Bélgica). É membro da Golden Key International Honour Society (sociedade internacional de pós-graduados de alto desempenho).

Comentários