Minas distribui 357 mil doses e amplia vacinação para acima de 80 anos

vacina_ampola_dose_imuniza_profissional_de_saude
Vacinação contra a Covid-19 acontece em todo o Brasil (Pedro Gontijo/Imprensa MG)

O Governo de Minas começou a distribuir, nesta sexta-feira (36), 357 mil novas doses da vacina da Covid-19 para as Unidades Regionais de Saúde do estado. A recomendação aos municípios é que a nova remessa seja empenhada na imunização de todos os idosos entre 85 e 89 anos – 154 mil ao todo -, além de outros 64 mil que têm entre 80 e 84 anos.

No total, o estado recebeu 220 mil doses da vacina AstraZeneca, que serão utilizadas para aplicação da primeira dose. As outras 137 mil doses do imunizante são da CoronaVac, que exige um período menor entre as duas aplicações. Por isso, essa parcela será dividida entre primeira e segunda dose.

A ordem da distribuição foi definida de forma a seguir as diretrizes do Ministério da Saúde e as orientações do Cosems-MG (Conselho Estadual de Secretaria de Saúde de Minas Gerais). Além dos idosos, desta vez, serão vacinados mais 8% dos trabalhadores da área da saúde, totalizando 81% desse público imunizado.

Risco de agravamento

De acordo com o PNI (Programa Nacional de Imunização), riscos de agravamento e de morte pela Covid-19 foram os fatores considerados para definir os grupos prioritários. Por isso, os idosos estão logo no início da fila, já que são os mais vulneráveis às internações hospitalares em decorrência da doença. Segundo dados epidemiológicos da SES-MG (Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais), pessoas acima de 60 anos respondem por 81% das mortes pela doença no estado.

“Vacinar essa população é importante porque são pessoas com maior risco de agravamento pela doença, necessitando de assistência hospitalar, o que aumenta nossa ocupação de leitos por Covid-19″, explica a subsecretária de Vigilância em Saúde da SES-MG, Janaína Passos. Segundo ela, é justamente a vacinação desse grupo que permite uma redução do agravamento da doença entre idosos e, consequentemente, uma diminuição do número de internados.

Trabalhadores da saúde

Além de idosos, os trabalhadores da saúde também são os primeiros da fila desde o início da campanha. Entre eles, foram priorizados os que estavam na linha de frente ao atendimento à Covid-19. Agora, parte das doses desta quinta remessa de vacinas enviada aos municípios será destinada a imunizar 53.563 profissionais.

Em Minas Gerais, já receberam a primeira dose 67% dos trabalhadores de saúde – desses, 30,5% também já receberam a segunda. De acordo com Janaína, agora serão vacinados os que têm mais contato com o público externo. Como exemplo, cita os profissionais da Atenção Primária à Saúde, que fazem acompanhamento direto com a população.

Reserva

Nesta fase, a SES-MG vai manter ainda 10,6 mil unidades (10 mil de AstraZeneca e 600 de CoronaVac) como reserva técnica, para utilizar nos municípios com piora no quadro epidemiológico, com objetivo de diminuir a pressão sob a assistência hospitalar. A proposta deve ser aprovada ainda nesta sexta-feira no Centro de Operações em Emergências em Saúde Covid-19.

A operação para campanha de vacinação contra a Covid-19 em Minas Gerais começou no dia 18 do último mês, quando chegou em território mineiro a primeira remessa, com 577 mil doses da CoronaVac. Desde então, o estado já recebeu, com intervalos, outros quatro lotes:

  • 1ª remessa: 577.480 doses da CoronaVac em 18/1
  • 2ª remessa: 190.500 doses de AstraZeneca em 24/1
  • 3ª remessa: 87.600 doses da CoronaVac em 25/1
  • 4ª remessa: 315.600 doses da CoronaVac em 7/2  
  • 5ª remessa: 220.000 doses de AstraZeneca e 137.400 doses de CoronaVac

Vacinômetro

Até o momento, 550 mil pessoas já receberam a primeira dose e 238 mil já receberam a segunda dose do imunizante no estado. Os números representam, respectivamente, 66% e 28% da população incluída nos grupos prioritários.

Mais de um milhão de doses da vacina já foram distribuídas entre os municípios e outras 17,8 mil já estão nas regionais de saúde, de onde devem ser encaminhadas às cidades mineiras. Os dados são do painel do governo que monitora o avanço da vacinação no estado, atualizado nesta sexta-feira.

vacinômetro mg
‘Vacinômetro’ com atualizações mais recentes divulgadas pelo governo, nesta sexta (Divulgação/Governo de Minas)

Com Agência Minas

Edição: Thiago Ricci
Giovanna Fávero
Giovanna Fáverogiovanna.favero@bhaz.com.br

Repórter no BHAZ desde outubro de 2019. Jornalista graduada pela PUC Minas (Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais) e com atuação focada nas editorias de Cidades, Guia e Cultura.

Comentários