Pancadas de chuva atingem BH a partir de hoje; confira previsão

nublado
O céu nublado já pode ser visto em vários pontos da capital (Amanda Dias/BHAZ)

Após um dia seco e sem chuvas, os temporais voltam a Belo Horizonte e região metropolitana a partir de hoje (26). O final de semana na região Central e em outros pontos do estado vai ser de pancadas de chuva e temperaturas amenas. Em alguns pontos da capital mineira, este mês já ultrapassou o recorde histórico de acumulado de chuvas.

De acordo com o meteorologista do GeoClima, Heriberto dos Anjos, a nebulosidade está de volta na capital. “A partir de hoje começa a ter maior probabilidade de chuva na Grande BH. Até amanhã tem uma condição mais favorável, inclusive com chuvas mais intensas, podendo ser localmente fortes em algumas regiões aqui da cidade”, diz.

Ele explica que essa quinta-feira (25) foi um dia atípico no mês, já que a umidade relativa do ar chegou a menos de 35%. “Ontem foi o único dia da semana que ficou mais tranquilo, todos os dias desde segunda-feira estamos tendo eventos de chuva típica de verão com muito calor e mudando à tarde com chuvas um pouco mais fortes”.

Nesta sexta-feira e no final de semana a temperatura não deve subir. Os termômetros podem variar entre 18ºC e 28ºC. A umidade está torno de 90% e a mínima não vai passar de 50%. Desta forma, deve-se esperar chuvas mais volumosas com raios e trovoadas.

No domingo, no entanto, o cenário já começa a mudar. “No domingo deve diminuir um pouco a intensidade e essas chuvas ficam mais isoladas. Mas nas próximas 36 horas, pegando um pouco da tarde do sábado, a gente terá condições bem propicias para chuva”, explica.

No resto do estado, além da Região Central, os maiores acumulados de chuva estão previstos para o Triângulo mineiro, Noroeste, Oeste, e Sul.

Recorde histórico

Neste fevereiro, em alguns pontos da capital, antes mesmo do final do mês, foi registrado o maior acumulado de chuva da história de Belo Horizonte. Desde que começaram os registros na cidade, em 1911, o maior volume registrado foi em 1978, com 478,3mm (milímetros). “Pelos dados da prefeitura, da Defesa Civil, já tem lugar que já choveu mais 500mm”, explica o meteorologista.

“Toda Belo Horizonte, até o final do mês, também pode chegar no recorde histórico de 1978. A mensuração começou em 1910, mas a medição de fevereiro só começou em 1911. Assim, fevereiro de 2021 pode ser o mais chuvoso desde que começou a ter registro”.

Acumulado de chuvas em mm (GeoClima Soluções Ambientais/Divulgação)

Este ano já ultrapassou o fevereiro do ano passado em acumulado de chuvas e está entre os 10 anos que mais choveram na capital. De acordo com dados do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), até agora, fevereiro de 2021 ocupa a 6ª posição no ranking.

Bom ou ruim?

O “clima” de chuva é odiado por alguns e amados por outros. Na rede social, os internautas se manifestaram sobre as chuvas de hoje e dos próximos dias. “Não tõ crendo que ainda vai ter chuva em BH”, disse um jovem. Outro se mostrou feliz com a persistências das chuvas: “E eu rezando para que a chuva continue”.

Cuidados com a chuva

  • Evite áreas de inundação e não trafegue em ruas sujeitas a alagamentos e próximos aos córregos e ribeirões no momento de forte chuva;
  • Não atravesse ruas alagadas ou deixe crianças brincando na enxurrada e nas águas dos córregos;
  • Não se abrigue nem estacione veículos debaixo de árvores;
  • Atenção especial em áreas de encostas e morros;
  • Jamais se aproxime de cabos elétricos rompidos. Ligue imediatamente para CEMIG (116) ou Defesa Civil (199);
  • Se você observar o aparecimento de fendas, depressões no terreno, rachaduras nas paredes das casas e o surgimento de minas d’água avise imediatamente a Defesa Civil (199);
  • Em caso de raios: não permaneça em áreas abertas e altas, não use equipamentos elétricos.

Edição: Vitor Fernandes

Comentários