Bebês são diagnosticados com Covid-19 e especialista faz alerta

Pés de bebês
Contaminações foram registradas em cidade do interior de São Paulo (Arquivo/EBC)

Um recém-nascido de 12 dias e um bebê, de 40, testaram positivo para o novo coronavírus, em Santa Cruz do Rio Pardo, em São Paulo. A informação divulgada pelo prefeito Diego Singolani (PSD), nessa quarta-feira (3), assustou brasileiros de todo o país justamente pelo perfil das vítimas. O BHAZ procurou uma infectologista pediatra para entender em quais condições a Covid-19 contamina bebês – e com qual frequência.

“Tivemos um fato atípico. Recebemos [o exame] PCR de uma criança com 40 dias de vida positiva aqui em Santa Cruz. Outro teste rápido, agora de uma criança, de 12 dias, também positivo para Covid”, disse o chefe do Executivo municipal de Santa Cruz do Rio Pardo, cidade no Centro-Oeste paulista perto de Ourinhos e Bauru. “A doença não tem feito escolha por idade”, destacou Singolani.

Em Santa Cruz do Rio Pardo, conforme o Boletim Coronavirus da prefeitura local, 2.216 pessoas testaram positivo para a doença e 22 óbitos foram registrados. O município já ultrapassou a marca de 7 mil casos suspeitos e 102 aguardam resultado.

Raro, mas pode acontecer

A infecção de recém-nascidos e bebês pelo novo coronavírus, apesar de ser rara, não está descartada. Samya Ladeira, infectologista pediatra, explica ao BHAZ como isso pode acontecer. “No final do terceiro trimestre de gestação, podemos ter a contaminação via placentária. Outra forma é por meio do aleitamento materno e vias aéreas, no momento da amamentação”, explica.

A especialista destaca, no entanto, que as transmissões da mãe para o feto e no momento da amamentação são “raras”. “Não temos visto tantos casos, até porque são mais raros. Em muitas vezes, a gestante fica afastada do trabalho e, consequentemente, isolada. Isso contribui para termos uma menor taxa”.

Mesmo assim, é preciso redobrar os cuidados com os pequenos. “Orientamos as mães a colocarem a máscara no momento da amamentação, pois elas ficam muito próximas deles. Ressalto que no Brasil não foi contraindicado o aleitamento materno, mas temos que lembrar que os cuidados higiênicos devem permanecer”, orienta.

Em Minas Gerais, de acordo com o Boletim Epidemiológico da SES-MG (Secretaria de Estado de Saúde), 0,6% dos contaminados por Covid-19 tem menos de 1 ano. A média de idade dos casos confirmados é de 42 anos. Os dados são do informe desta quinta-feira (4).

Edição: Thiago Ricci
Vitor Fórneas
Vitor Fórneasvitor.forneas@bhaz.com.br

Repórter do BHAZ desde maio de 2017. Jornalista graduado pelo UniBH (Centro Universitário de Belo Horizonte) e com atuação focada nas editorias de Cidades e Política. Teve reportagens agraciadas pelo prêmio CDL.

Comentários