Lisca faz apelo e critica jogos em momento mais duro da pandemia

Lica dando entrevista à beira do campo
Apelo foi feito antes da vitória do América sobre o Athletic (Reprodução/@GabbardoJoao/Twitter)

Repercute nas redes sociais o apelo feito pelo técnico do América, Lisca, antes do jogo válido pela segunda rodada do Campeonato Mineiro, nessa quarta-feira (3). O treinador se mostrou indignado com a realização de partidas de futebol mesmo durante o momento mais preocupante e fatal da pandemia do novo coronavírus: “Estou perdendo amigos, amigos treinadores. É hora de segurar a vida”.

“Vou fazer um apelo às autoridades do Brasil e, principalmente, à CBF (Confederação Brasileira de Futebol). É quase inacreditável que saiu uma tabela da Copa do Brasil com jogos dias 10 e 17. Oitenta clubes que nós vamos levar jogadores com delegação de 30 pessoas para um lado e para o outro do país”, disse o treinador, em entrevista ao Premiere, antes do início do duelo contra o Athletic Club, em Juiz de Fora, onde o América venceu por 1 a 0.

O desabafo do treinador aconteceu por conta da divulgação da tabela da Copa do Brasil. A primeira fase do torneio nacional está marcada para começar já na próxima semana e, como o próprio nome do torneio indica, reúne equipes de várias regiões do país. O América, por exemplo, vai jogar contra o Treze, da Paraíba, no dia 18 de março. Para efeito de ilustração, a sede do time paraibano, Campina Grande (PB), fica a mais de 2 mil quilômetros de BH.

‘Estamos apavorados’

A declaração não parou e Lisca prosseguiu. “O nosso país parou, gente. Não tem lugar nos hospitais. Eu estou perdendo amigos, amigos treinadores. É hora de segurar a vida”. Ontem o Brasil registrou, pelo segundo dia seguido, o maior número de vidas perdidas em decorrência do novo coronavírus: 1.910, segundo balanço do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass).

Lisca pediu ao presidente da CBF, Rogério Caboclo; ao técnico da Seleção Brasileira, Tite; e a Juninho Paulista, coordenador da Seleção, que tomem as medidas cabíveis neste momento enfrentado pelo país. “Nós estamos apavorados”.

Covid-19

O Brasil já registrou 10.718.630 casos de contaminação pelo novo coronavírus. O acumulado de mortes alcançou a triste marca de 259.271. Em Minas Gerais, de acordo com a SES-MG (Secretaria de Estado de Saúde), 893.645 pessoas testaram positivo para a doença e 18.872 morreram. Os dados são do Boletim Epidemiológico de ontem.

Edição: Thiago Ricci
Vitor Fórneas
Vitor Fórneasvitor.forneas@bhaz.com.br

Repórter do BHAZ desde maio de 2017. Jornalista graduado pelo UniBH (Centro Universitário de Belo Horizonte) e com atuação focada nas editorias de Cidades e Política. Teve reportagens agraciadas pelo prêmio CDL.

Comentários