Bebê de 1 ano é diagnosticada com leucemia e pais pedem ajuda

bebê liz távora
Menina foi diagnosticada com leucemia e precisa passar por transfusões de sangue (Divulgação)

Para os pais da pequena Liz Távora Monteiro, de apenas 1 ano e 8 meses, a vida foi muito mais alegre desde que ela chegou. A menina, que estreitou ainda mais a relação do casal, foi diagnosticada recentemente com leucemia e o tratamento já foi iniciado, mas demanda transfusão de sangue. Por isso, a família decidiu mobilizar o público para conseguir doações, já que a bebê precisa ser submetida aos cuidados hospitalares por cerca de oito meses.

Fernando Monteiro, pai de Liz, conta que foi um grande susto receber o diagnóstico da doença. “Apareceram algumas manchinhas nas costas da Liz. Decidimos levá-la ao médico para investigar a causa e então recebemos os resultados dos exames. A nossa filha está com leucemia e o tratamento já foi iniciado imediatamente no hospital Felício Rocho, em Belo Horizonte”, explica o pai, que reveza com a sua esposa no acompanhamento da criança.

‘Gesto de generosidade’

A leucemia é o câncer dos tecidos formadores de sangue, incluindo a medula óssea. Existem muitos tipos – como leucemia linfoblástica aguda, leucemia mieloide aguda e leucemia linfocítica crônica – e o tratamento varia muito.

Para Liz, a recuperação inclui sessões de quimioterapia e transfusões de sangue. Como o tratamento é longo, a reposição do banco de sangue deverá ser realizada constantemente para que os cuidados à criança e outros pacientes não sejam prejudicados. “Estamos pedindo aos amigos, familiares e usando as redes sociais para que, quem possa, realize a doação. E quem não puder, que ajude a divulgar”, conta Fernando.

O pai da menina ressalta ainda que as doações podem ajudar várias outras crianças que vivem em condições semelhantes. “Não apenas pela nossa filha, mas por todas as pessoas que precisam deste gesto de generosidade”, diz. Fernando ainda destaca a urgência do pedido, já que o estoque de bolsas de sangue do hospital Felício Rocho está desabastecido.

Como ajudar

Caso você possa contribuir com o tratamento de Liz, basta ir até o centro de coletas e informar o nome completo dela – Liz Távora Monteiro – para que a reposição seja contabilizada. Vale lembrar que também é possível fazer doações que não sejam para um paciente específico.

A doação deve ser agendada por meio dos seguintes canais:
• Segunda a sexta-feira, das 7h30 às 16h, via formulário online (acesse aqui)
• Aos sábados, de 8h às 13h, via telefone fixo (31) 3335-6600.

É preciso aguardar três horas após o almoço para efetuar uma doação, porém, o café da manhã e o café da tarde não causam impedimentos. É recomendado que o doador se hidrate com um litro de água antes do procedimento. Não é necessário ser do mesmo tipo sanguíneo do paciente.

Endereço para a doação: Vita Hemoterapia – rua Juiz de Fora, 941 – Barro Preto, Belo Horizonte

Edição: Thiago Ricci
Giovanna Fávero
Giovanna Fáverogiovanna.favero@bhaz.com.br

Repórter no BHAZ desde outubro de 2019. Jornalista graduada pela PUC Minas (Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais) e com atuação focada nas editorias de Cidades, Guia e Cultura.

Comentários