Nova fábrica em Betim já produz motores turbo para equipar futuros lançamentos de carros da família Stellantis

20210218-BETIM/MG - STELLANTIS- Motor GSE Turbo-
Foto: Leo Lara/Studio Cerri

O novo utilitário esportivo que a Stellantis lança no mercado nacional ainda neste ano, com a marca Fiat, já deve ser equipado com o novo motor GSE turbo. O propulsor começou a ser produzido oficialmente nesta semana, no Polo Industrial da Fiat, em Betim.

Motor T4 tem 1.3 litro
Motor T4 tem 1.3 litro de capacidade volumétrica (Foto: Léo Lara/Studio Cerri)

São dois motores “mineiros” na nova família: o T3, de 1.0 litro, e T4, de 1.3 litro, ambos disponíveis nas versões flex e apenas a gasolina – certamente nesse caso para exportação a outros países da América Latina.

Na versão a gasolina, o motor de quatro cilindros com trem de válvulas 4V MultiAir III 1.3 (cilindrada de 1.332 cc) gera potência de 180 cv e torque de 27,0 kgfm.

O novo espaço específica para a produção dos motores ocupa 12 mil m2. Funciona com duas linhas de usinagem (cabeçote e bloco de motor) e uma linha de montagem, dividida em três ciclos (cabeçote, short block e long block).

No total foram investidos R$ 400 milhões neste projeto. E outros R$ 110 milhões ainda serão aplicados para uma expansão desta linha, ainda em 2021, para a produção de motores 1.3, cujos dados técnicos ainda são guardados a sete chaves pela montadora.

Para todos

Como a Fiat faz parte agora do grupo Stellantis – que envolve as marcas da FCA e da PSA – há a possibilidade dos novos motores equiparem outros veículos da nova grande família. Entre eles o Jeep Renegade, Jeep Compass, Fiat Toro, Fiat Argo, Fiat Cronos, Fiat Strada, além dos modelos Peugeot 208 e novo C3 da Citroën.

Contudo, modelos que estão na berlinda para saírem de linha não devem receber o propulsor turbo, como o Doblò e Uno – esses já subiram no telhado. E muito menos o pequeno Mobi, que deve ficar mesmo com o antigo 1.0 Firefly. O motor Drive já se foi há algum tempo, por causa do custo de produção versus baixa demanda por parte dos consumidores.

Econômico e limpo

Segundo a Fiat, a busca é sempre para se ter um motor mais eficiente, ou seja, forte mas econômico. O novo motor turbo promete ser exatamente assim. Ele possui sistema eletro-hidráulico que permite o controle flexível da duração e da elevação das válvulas de admissão. Assim, permite-se o controle de carga do motor sem gerar perdas de bombeamento, além de contribuir para reduzir o consumo de combustível em operações de baixa e média carga.

Feito com bloco de alumínio é mais leve e vem com tecnologias para reduzir o tempo de aquecimento interno e sistema de sobrealimentação. Seu turbocompressor de baixa inércia gera volume de ar reduzido entre o compressor e o coletor de admissão, também para favorecer a economia.

Para reduzir a emissão de poluentes, o ângulo dos injetores de combustível são posicionados verticalmente a 23 graus neste motor. Há ainda o termostato elétrico, comandado pela central eletrônica (centralina), que faz o motor atingir e manter sua temperatura ideal de funcionamento de forma mais rápida e precisa.

Dados técnicos

Confira algumas características técnicas do GSE turbo:

  • Tecnologia MultiAir da Stellantis: sistema eletro-hidráulico permite o controle totalmente flexível da duração e da elevação das válvulas de admissão;
  • Nova geração MultiAir III: controle das válvulas mais flexível. O novo perfil de came com pré-levantamento permite a abertura das válvulas de aspiração durante a fase de escapamento, visando à realização do EGR interno, com redução dos óxidos de nitrogênio e aumento da eficiência do motor na carga parcial;
  • Sistema de sobrealimentação: turbocompressor tem coletor de escapamento integrado que reduz o turbo lag (quando você pisa fundo no acelerador e o turbo demora para responder) e o tempo de aquecimento do motor e do catalisador;
  • Injeção direta de combustível: reduz a temperatura da mistura dentro da câmara de combustão, mas aumenta a eficiência da queima com menor consumo de combustível e melhor desempenho.

Acesse: www.aceleraai.com.br

Acelera Ai
Acelera Airedacao@aceleraai.com.br

Jornalistas Eduardo Aquino e Luís Otávio Pires são os editores do site Acelera Aí e da seção veículos do portal Bhaz

Comentários