Com gol polêmico e duas expulsões celestes, América supera o Cruzeiro

cruzeiro perde para o américa
Cruzeiro perdeu para o América e está na sexta colocação (Bruno Haddad/Cruzeiro)

O América levou a melhor sobre o Cruzeiro, em duelo válido pela fase inicial do Campeonato Mineiro nesta tarde de domingo (21), no Independência, em BH. Dois jogadores do Cruzeiro foram expulsos no finalzinho e o Coelho errou um pênalti no último minuto. Mas o gol de Joseph foi o suficiente para deixar o time na vice-liderança com 12 pontos – e mandar o Cruzeiro para a 6ª colocação, com 7 pontos. Os próximos jogos ainda não têm previsão de data. Para tentar conter o avanço da pandemia, o Governo de Minas decretou Onda Roxa em todo o estado e o Campeonato será paralisado a partir da próxima segunda-feira (22).

Campanha

Os dois times estão engajados na campanha pela vacinação nesta pandemia de covid-19. O América projetou mensagens no telão do estádio, enquanto os jogadores do Cruzeiro entraram em campo com os escritos #VacinaJá estampados nas camisas.

América crescendo…

O jogo começou truncado, com muitas faltas, e quem teve a primeira chance foi o América. Aos 9 minutos, Toscano cobrou falta perigosa, mas a bola acabou indo para fora. O Coelho chegou de novo aos 26 com cruzamento rasteiro e o cruzeirense Brock tirou a bola de Fábio, e por pouco não mandou contra as próprias redes.

Aos 33, o arqueiro celeste foi obrigado a trabalhar. Depois de boa troca de passes, o volante Sabino mandou uma bomba de fora da área e Fábio mandou para escanteio.

… até abrir o placar!

Apenas um minuto depois, deu a lógica: Toscano mandou para a área, a bola sobrou para Joseph e ele mandou de primeira no cantinho, deixando o time da casa na frente no placar. A Raposa reclamou de um possível impedimento do jogador, mas como não há VAR na fase inicial do Mineiro, o lance acabou não sendo revisado.

Pressão americana

Por pouco, o Coelho não fez o segundo aos 44 do 1T: em jogada de contra-ataque, a bola chegou em Rodolfo, ele chutou cruzado da direita e Fábio espalmou bem. Logo depois, nos acréscimos, o time assustou de novo. Na jogada ensaiada, Juninho fez cruzamento rasteiro, o goleiro cruzeirense se antecipou e ficou com a bola.

Na traaveee!!

O Coelho continuou animado no começo da 2ª etapa. O time criou ataques que exigiram a defesa de Fábio, até que aos 8 minutos, Toscano mandou uma bomba que explodiu no travessão.

Esboçou reação?

A primeira finalização celeste em direção ao gol do Cruzeiro só veio aos 15 do 2T. Felipe Augusto rolou para Marcinho e o meia chutou cruzado, mas a bola foi na linha de fundo. Matheus Pereira cruzou aos 23, a bola acabou indo em direção ao gol, e o seu xará, Cavichioli, estava esperto para agarrar.  Cinco minutos depois, Bruno José infiltrou e mandou rasteiro para o gol, nas mãos do goleiro.

Que final louco!

Nos minutos finais da partida, o lateral Matheus Pereira foi expulso aos 47, e apenas 3 minutos depois, Eduardo Brock também foi mais cedo para o vestiário. A expulsão do zagueiro celeste resultou em pênalti para o Coelho. Léo Passos chutou deslocando Fábio, mas a bola saiu pela linha de fundo. Fim de papo: 1 a 0 para o Coelho.

Edição: Roberth Costa
Beatriz Kalil Othero
Beatriz Kalil Otherobeatrizkof@gmail.com

Mineira de BH, graduanda em jornalismo pela UFMG e fascinada por futebol, dentro e fora das quatro linhas. Cobre os jogos dos times mineiros como repórter freelancer para o BHAZ.

Comentários