Cacau Show faz parceria com instituição de MG e doa ovos de Páscoa a crianças vulneráveis

crianças-ovo-de-páscoa-doação-cacau-show
Crianças em vulnerabilidade socioeconômico receberam, na última quinta-feira, ovos de Páscoa da Cacau Show, por meio de parceria feita com instituição (Divulgação/Centro de Formação São José)

O Centro de Formação São José fez uma bonita parceria com a empresa de chocolates Cacau Show para presentear crianças em vulnerabilidade socioeconômica com ovos de Páscoa. A companhia alimentícia tradicionalmente faz doações de chocolates para instituições no período da Páscoa e, desta vez, o centro de formação conseguiu fazer parte da remessa. Com isso, 240 crianças de bairros carentes de Carmo do Rio Claro, região Sul de Minas Gerais, receberam ovos na última quinta-feira (25), e puderam adoçar o feriado.

Ao BHAZ, o voluntário do centro de formação, Luiz Alfredo de Souza, contou que a parceria com a Cacau Show aconteceu graças ao empenho da empresa e da instituição. Segundo ele, a marca de chocolates disponibiliza todos os anos uma remessa de ovos de Páscoa para doação, e as entidades têm o trabalho de identificar as famílias das crianças que não têm a possibilidade de adquirir o doce. “Foram crianças de quatro bairros, Acampamento, Jardim Nossa Senhora de Lourdes, Jardim Nossa Senhora Aparecida e Coração Eucarístico, e o nosso alvo foram as que não tinham condições de comprar ovos”.

Centro está empenhado em conseguir mais doações

“A Cacau Show nos pede transparência na entrega, então eu tiro foto de todos os que recebem e encaminho para a empresa”, contou o voluntário. “Agora nós estamos começando uma segunda etapa com a população, estamos procurando com os cidadãos quem pode doar caixas de bombons”. Segundo Luiz Alfredo de Souza, existem mais crianças em vulnerabilidade socioeconômica que poderiam ganhar chocolates. Com isso, o Centro de Formação São José está empenhado em conseguir mais doações para presenteá-las.

Criança recebendo um ovo de Páscoa da Cacau Show, em ação feita com o Centro de Formação São José
(Divulgação/Centro de Formação São José)

O voluntário disse que uma parcela das crianças que receberam os ovos são assistidas pelo centro de formação, e a outra, de demais crianças da região que não poderiam receber o chocolate da família. “A gente conseguiu doar para crianças que não frequentam a instituição, e são crianças que vieram aqui na entidade com o pé no chão, sem camiseta, porque não tem condições de comprar, sem máscara, porque não tem condições de comprar, e nós até doamos máscaras para elas”.

O que faz a instituição?

Centro de Formação São José é uma instituição filantrópica que atende crianças, adolescentes e seus familiares para contribuir para o desenvolvimento social e profissional dessas pessoas. A instituição possui uma parceria com a Prefeitura de Carmo do Rio Claro para que os estudantes das escolas municipais passem o período pós-aula na sede do centro. Conforme relatado por Luiz Alfredo de Souza, antes da pandemia, as crianças iam para lá e ganhavam refeição, ajuda de monitoras para fazer dever de casa, tinham atividades lúdicas, oficina de teatro e de balé.

“Com a pandemia não tem aula então a gente não pode dar continuidade a essa atividade presencial, porém a nós continuamos ajudando, entregando kits de álcool em gel para as famílias, sabonete, orientando como fazer a higienização das mãos etc”, disse o voluntário. O centro também possui atendimento médico, com dentistas e uma psicóloga voluntária disponíveis. “Temos uma psicóloga que está atendendo no momento as pessoas vítimas da Covid-19, porque o impacto na saúde mental está sendo muito grande”, relatou Luiz.

Além disso, o Centro de Formação São José está atuando na arrecadação e doação de cestas básicas para as famílias que estão sofrendo com os impactos econômicos da pandemia, e chegou a oferecer duas toneladas para a população em 2020. “Ano passado, quando começou a pandemia, a gente começou a arrecadar cestas básicas, e nós doamos mais de duas toneladas de cestas num contexto de desemprego, porque começou uma escalada de desemprego em abril e maio de 2020, e a gente socorreu a população com os alimentos”.

Cestas básicas arrecadadas pela instituição e que foram doadas para a população de Carmo do Rio Claro (Divulgação/Centro de Formação São José)

Como contribuir para a Páscoa de mais crianças

O centro de formação está aberto para receber doações de chocolates para atender mais crianças cujas famílias não têm condições de presenteá-las com chocolates na Páscoa. Luiz Alfredo de Souza disse que “a demanda é muito alta”, e pediu para que pessoas físicas ou empresas façam doações. “Quem quiser doar dinheiro pode também, mas o interessante seria doar o chocolate, então pessoas físicas que se sentirem tocadas, empresas, pessoas jurídicas, vai ser uma bênção. E a doação pode ser de uma caixinha de bombom, ou quem puder dar, mais de uma, para a gente entregar e atingir ao máximo de crianças”.

Para doar, o interessado em ajudar pode ir até o Centro de Formação São José entregar a contribuição, no endereço: R. Antônio Jacinto Ferreira, 555 – Acampamento, Carmo do Rio Claro – MG

Se a doação for em dinheiro: Agência 1751-5 | Conta corrente 6436-0 | Banco do Brasil

Chave do Pix: 03949517000110

Edição: Roberth Costa
Andreza Miranda
Andreza Mirandaandreza.miranda@bhaz.com.br

Estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Comentários