Com show de Nacho Fernández, Galo vence Coelho e continua na liderança

nacho atlético
O atacante argentino Nacho Fernández brilhou de novo e fez dois gols (Pedro Souza/Atlético)

No domingo de Páscoa (04), o Galo levou a melhor contra o Coelho, no Mineirão, em Belo Horizonte. O atacante argentino Nacho Fernández brilhou de novo, marcou duas vezes e o time saiu com a vitória por 3 a 1. Na próxima rodada, o alvinegro, líder da competição com 18 pontos, enfrenta o Pouso Alegre no mesmo estádio, nesta quarta-feira (07). Um dia depois (08), o vice-líder América recebe o Patrocinense no Independência.

Clássico corrido

O Galo foi o primeiro a assustar no clássico. Logo aos 6 minutos, Guilherme Arana cruzou fechado, o zagueiro Eduardo Bauermann foi certeiro no corte e a bola não sobrou para Savarino. O venezuelano tentou de cabeça 3 minutos depois, mas a bola passou perto do gol. A partida era lá e cá: o Coelho respondeu aos 12 minutos com chute de fora de Ademir e o goleiro Everson defendeu em dois tempos.

Galo sai na frente

Com o jogo tão movimentado, não demorou muito para o placar se mexer. Aos 16 do 1T, o argentino Nacho Fernández cobrou falta de longe, a bola desviou em Ademir e dificultou a vida do goleiro Matheus Cavichioli, que só olhou a bola indo para as redes.

O América tentou não se abalar e respondeu bem aos 20 do 1T. Junior Alonso bobeou e a bola ficou para Rodolfo, que foi em direção à área. Ele tentou driblar Everson, mas o arqueiro agarrou para evitar o empate. 

Pressão alvinegra

A vantagem ainda era pequena e o Galo queria mais. Nacho quase fez o segundo aos 24 do 1T com chute de dentro da área, mas o goleiro americano defendeu. Aos 30, Sasha reclamou de pênalti depois de cair na área, mas o árbitro seguiu o jogo. O atacante Keno também tentou o seu gol com um chutaço de fora da área, espalmado pelo goleiro Matheus.

Tudo igual

O segundo tempo começou animado como o primeiro. Logo aos 8 minutos, Nacho acertou a trave na cabeçada. No lance seguinte, o Coelho empatou: o lateral João Paulo soltou uma bomba à longa distância, sem chances para Everson. 

O time do Horto cresceu na partida e quase virou aos 14 com chute forte de Juninho, que o goleiro mandou para escanteio.

Nacho de novo!

Mesmo com o empate, o Galo não se desconcentrou e conseguiu voltar à frente no placar. Aos 25 do 2T, numa grande jogada de contra-ataque, Vargas tabelou com Hulk e mandou para a área. Keno chutou, o goleiro fez um milagre, e no rebote, Nacho Fernández apareceu para estufar as redes pela segunda vez no jogo: 2 a 1 para o Galo.

+1 pra conta

O time alvinegro ganhou mais confiança depois do gol e a vantagem aumentou aos 42 minutos. Guilherme Arana pegou a sobra na entrada da área e chutou no cantinho, direto para o gol. Contra o América, o lateral atingiu a marca de 50 jogos com a camisa alvinegra. E que presente, hein?

E o placar continuou assim. Fim de papo: 3 a 1 para o líder Atlético contra o vice-líder América.

Edição: Vitor Fernandes
Beatriz Kalil Othero
Beatriz Kalil Otherobeatrizkof@gmail.com

Mineira de BH, graduanda em jornalismo pela UFMG e fascinada por futebol, dentro e fora das quatro linhas. Cobre os jogos dos times mineiros como repórter freelancer para o BHAZ.

Comentários