Homem toma choque em fone de ouvido enquanto estudava e morre: ‘Uma tragédia’

danilo choque
Estudante de direito deixa esposa e dois filhos (Reprodução/Facebook)

Um estudante de direito morreu após levar um choque com o fone de ouvido enquanto estudava na cidade de Nova América, em Goiás. Danilo Maurício Alves Xavier, 30, usava o acessório conectado a um computador quando recebeu a descarga elétrica, no sábado (3), e acabou não resistindo. Após o choque, um dos fones chegou a ficar totalmente queimado.

Ao UOL, a esposa de Danilo, Adriana Oliveira, contou que estava em casa com o marido e os dois filhos quando os meninos a procuraram pedindo por socorro. “Eu estava no quarto com nosso filho de dois anos, quando meus dois filhos mais velhos chegaram pedindo socorro e dizendo que o Danilo havia levado um choque”, disse.

A mulher, que é técnica em enfermagem, detalhou ainda que saiu correndo para acudir o marido imediatamente, mas, quando chegou ao quarto, já o encontrou em parada cardíaca. “Eu tenho alguns conhecimentos e fiz respiração boca a boca, tentei manobras de reanimação”, afirmou.

fone de ouvido queimado
Fones ficaram destruídos após descarga elétrica (Reprodução/UOL)

‘Foi uma tragédia’

O estudante ainda contou com a ajuda do irmão, que também estava na casa no momento do acidente. “Meu cunhado tirou o computador da tomada e os fones do ouvido do Danilo, além de deitá-lo no chão”, acrescentou Adriana. Danilo chegou a ser encaminhado com vida a uma unidade de saúde do município, mas não resistiu.

Para a família, o que provocou a descarga elétrica ainda é um mistério. “Não estava chovendo, não havia raios, não sabemos o que pode ter acontecido. Foi uma tragédia. Ainda estou tentando entender tudo o que aconteceu”, lamentou Adriana.

Danilo deixa a esposa, os dois filhos e o sonho de se tornar promotor de Justiça. “Ele era muito inteligente e se esforçava para conciliar o trabalho com os estudos, mas era o sonho dele e ele se dedicava muito a isso. Não tenho dúvidas de que ele conseguiria”, contou a mulher.

O caso foi registrado na Polícia Civil e será investigado. O BHAZ tentou contato com a corporação, mas até a publicação desta matéria não obteve resposta. Ao UOL, a polícia informou que o fone de ouvido utilizado por Danilo foi recolhido e o laudo deve ficar pronto em 30 dias.

Edição: Roberth Costa
Giovanna Fávero
Giovanna Fáverogiovanna.favero@bhaz.com.br

Repórter no BHAZ desde outubro de 2019. Jornalista graduada pela PUC Minas (Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais) e com atuação focada nas editorias de Cidades, Guia e Cultura.

Comentários