Juliette é criticada ao falar sobre dívida de Gil: ‘Trabalho um mês e te dou’

juliette freire big brother
Juliette conversou com sisters sobre dívida de Gilberto (Reprodução/Globoplay)

Juliette Freire, do BBB21, virou alvo de uma polêmica ao comentar uma dívida de Gilberto na noite dessa quinta-feira (15). A paraibana conversava com Camilla de Lucas e Pocah na cozinha sobre “paranoias” do jogo e Camilla relembrou quando Gil ganhou um carro avaliado em mais de R$ 150 mil na prova do líder. O doutorando em economia disse que usaria o prêmio para quitar uma dívida do apartamento da mãe, e internautas interpretaram como deboche uma fala de Juliette. Além disso, durante a madrugada, perfis dos participantes do reality apagaram fotos e vídeos sobre o BBB.

“E o Gil que tá chorando e ganhou um carro”, começou Camilla. “Eu já peguei ele. Já falei ‘deixa eu pegar você chorando pelo carro'”, brincou Juliette.

As três começaram a rir quando descobriram que o brother pretende vender o veículo para quitar uma dívida de R$ 10 mil da mãe. “Ele falou que vai vender o carro pra pagar o apartamento da mãe dele. Eu perguntei quanto era e ele ’10 mil’. E eu: ‘ah, pelo amor de Deus'”, disse Camilla. Pocah afirmou que o doutorando em economia falou que realmente pretende vender o prêmio.

“E ele que veio falar disso na prova de resistência e eu falei ‘homem, eu trabalho um mês e te dou esse dinheiro, deixe de moído no pé do meu ouvido'”, disse Juliette.

A fala da paraibana não repercutiu nada bem nas redes sociais, e internautas subiram a tag “DEZ MIL É DINHEIRO”, em referência ao deboche da protagonista do BBB. “DEZ MIL É DINHEIRO. Mudei de torcida, torcendo para o Gil depois dessa treta do dinheiro. Único merecedor”, disse uma pessoa. “O povo jura que o Gil vai viver de publipost de marca brasileira morando nos EUA se dedicando ao doutorado”, disse outro.

Veja mais repercussão:

Fotos e vídeos do BBB apagados

Fãs do BBB21 se assustaram ao se deparar, nas últimas horas, com fotos e vídeos de participantes apagados das redes sociais. Juliette Freire, Carla Diaz e Viih Tube foram alguns dos concorrentes cujas as páginas oficiais ficaram sem qualquer conteúdo das próprias no reality.

Segundo o site TV Pop, o motivo seria uma determinação da TV Globo. A emissora teria avisado às equipes dos participantes para retirar todas as fotos e vídeos do programa. A decisão começou a valer nessa quinta-feira (15), e os perfis têm um prazo – não informado – para cumprir a ordem ou podem ser acionados legalmente por violação de direitos autorais

O BHAZ entrou em contato com a TV Globo para confirmar a informação, mas não foi respondido até a publicação deste material. Tão logo a emissora responda, este texto será atualizado.

Justamente pela Globo não se manifestar, fãs da Juliette começaram a especular os motivos e levantaram até a hipótese de que poderia ser por algum tipo de rixa com Boninho, diretor do programa, que não seguia a sister até pouco tempo – mas a teoria não explicaria a exclusão de conteúdo em perfis de outros participantes.

Juliette foi advertida pela produção do BBB enquanto fazia um tutorial de maquiagem na casa, na tarde da última terça-feira (13), e perdeu 100 estalecas. Com a grande repercussão, Boninho se manifestou. “Gente, só agora entendi a história da Juliette. Que isso? A tadinha estava só maquiando, e não deixaram. Já dei uma bronca no diretor. Não pode, né? Tadinha. Ela pode maquiar o que ela quiser. Faz parte do jogo. Que coisa, né?”, explicou o diretor.

A emissora carioca já foi mais flexível com a reprodução de conteúdos do BBB pelos perfis dos participantes. A Globo apenas notificava perfis controlados por pessoas anônimas que reproduziam trechos do pay-per-view e os casos eram tratados como pirataria. Em fevereiro, a empresa disse ao TV Pop que estudava punir essas pessoas de forma criminal, administrativa e civil.

Edição: Thiago Ricci
Vitor Fernandes
Vitor Fernandesvitor.fernandes@bhaz.com.br

Repórter do BHAZ desde fevereiro de 2017. Jornalista graduado pela PUC Minas, com experiência em redações de veículos de comunicação. Trabalhou na gestão de redes do interior da Rede Minas e na parte esportiva do Portal UOL. Com reportagens vencedoras nos prêmios CDL (2018 e 2019) e Sindibel (2019).

Comentários