A retomada das ruas

manifestação bolsonaro
Atos contra o presidente Jair Bolsonaro ocorreram em todo o país (Moisés Teodoro/BHAZ)
coluna colunista

Nesse sábado (29), Belo Horizonte presenciou o renascimento dos movimentos sociais, que parecem pretender reocupar os espaços públicos.

A Praça da Liberdade, que havia sido convertida no principal reduto governista, foi tomada por uma multidão bem diferente daquela que, tradicionalmente, se manifesta a favor da ditadura, da tortura e da exclusão social.

Indígenas, representantes de movimentos populares, sindicalistas, estudantes da universidade católica e da universidade federal, feministas, grupos antifas, torcidas organizadas do Atlético, do América e do Cruzeiro, idosos e crianças, deram cor e diversidade a uma manifestação que, embora tardia, protesta contra a necropolitica que já ceifou milhares de vidas e levou a fome e o desemprego para milhões de lares.

Os movimentos sociais e populares, aparentemente, começam a se recuperar, depois de sua desestruturação nos últimos anos, quando perderam o espaço público para a direita.

Atordoada, a esquerda assistiu a deposição de uma presidente, a implementação da reforma trabalhista, a ascensão da extrema direita, a consolidação da reforma previdenciária e o desmantelamento de políticas públicas que sempre lhe foram caras. E as ruas pareciam perdidas para as hostes bolsonaristas, que até criaram um novo programa dominical: o motocando com o presidente…

A manifestação de ontem marca o retorno dos movimentos populares ao espaço público. Em plena pandemia, e talvez por causa dela, conseguiram levar milhares de pessoas para as ruas.

Esse é um bom sinal. A mobilização popular ilustra o que as pesquisas eleitorais têm apontado e desmistifica a ideia de que não há oposição ao atual governo.

Considerando que o próprio presidente, sem nenhum pudor, tem se empenhado em organizar e convocar manifestações em seu favor, delas participando ativamente, é importante que o contraponto seja feito. Afinal, a corrida por 2022 já começou…

Rodolpho Barreto Sampaio Júnior
Rodolpho Barreto Sampaio Júniorrodolpho.sampaiojr@gmail.com

Rodolpho Barreto Sampaio Júnior é doutor em direito civil, professor universitário, Diretor Científico da ABDC – Academia Brasileira de Direito Civil e associado ao IAMG – Instituto dos Advogados de Minas Gerais. Foi presidente da Comissão de Direito Civil da OAB/MG. Apresentador do podcast “O direito ao Avesso”.

OLHO NA DICA PARA ECONOMIZAR

Na sede do BHAZ, economizamos todos os meses na conta de energia por meio de uma operação regulamentada pela ANEEL e ainda desconhecida por muitos consumidores. E o melhor: não tivemos nenhum custo extra para ter acesso a esse desconto. Por isso, damos esta dica para quem mora em qualquer cidade de Minas Gerais.

Sua conta de luz pode ficar até 15% mais barata com a Metha Energia. Faça agora seu cadastro, é 100% DIGITAL e GRATUITO. Clique no botão abaixo e simule direto seu desconto mensal. Caso queira saber mais sobre a tecnologia, leia este conteúdo que explica em detalhes a operação.

Comentários