Alerta: Cruzeiro perde em casa, cola no Z4 e completa 6 jogos sem vitória

Reprodução/ Bruno Haddad/Cruzeiro

O pesadelo da torcida cruzeirense parece não ter fim. O time celeste tentou e errou bastante, esteve à mercê de substituições equivocadas do técnico e perdeu para o Avaí com 3 gols de contra-ataque nesta tarde de sábado (17) em pleno Mineirão. Com a derrota, o Cruzeiro completou 6 jogos sem vencer e a situação está mais do que crítica: 15ª posição na tabela com apenas 11 pontos, apenas 2 de distância para o Z4. Na próxima rodada, o time tenta a reação imediata contra o Remo, lanterna da competição, nesta terça-feira (20), no Baenão.

Marca histórica

O jogo também representou mais uma marca atingida pelo goleiro e capitão cruzeirense Fábio: são 950 partidas do ídolo com a camisa do time estrelado, o maior recorde de um atleta no time mineiro.

Contra-ataque mortal

No primeiro ataque mais perigoso da partida, saiu o gol de um time azul e branco, mas o visitante. Aos 17 minutos, o Cruzeiro tinha a posse de bola no ataque, mas perdeu e o Avaí aproveitou para contra-atacar. Copete tocou para Marcos Serrato livre de marcação e ele chutou no cantinho para fazer 1 a 0.

Parou no goleiro

O Cruzeiro tentou mostrar poder de reação e respondeu aos 28 com o chute de Bruno José da entrada da área, mas o goleiro Glédson agarrou. O mesmo atacante tentou de novo aos 37, de dentro da área, e o arqueiro espalmou para escanteio. Pouco depois, aos 39, Marcinho fez bom passe para Moreno e ele chutou no meio do gol, para outra defesa de Glédston.

No finalzinho da primeira etapa aos 47, a cobrança de falta de Marcinho passou pertinho do travessão.

Tentou a pressão

Logo no início do 2T, o Cruzeiro quase chegou ao empate. No cruzamento de Rômulo aos 5, a bola foi na cabeça de Marcelo Moreno livre de marcação, ele testou, mas a tentativa explodiu no travessão. No rebote, Marcinho não conseguiu concluir.

Após dois minutos, a bola sobrou limpa para Felipe Augusto na área, ele chutou de primeira e isolou. Na marca dos 15 do 2T, o time celeste fez uma boa construção, a zaga do Avaí tentou tirar e entregou nos pés de Marcinho, que chutou de primeira para a defesa do goleiro.

Quem não faz…

Leva, né? Logo na primeira chegada do Avaí no 2T, apenas aos 25, o clube catarinense aproveitou o adversário desarrumado em campo e fez mais um gol de contra-ataque. Getúlio desceu em velocidade, cruzou da esquerda para Renato e o meia mandou para as redes. Detalhe: a Raposa estava com apenas 1 zagueiro em campo, por causa das substituições feitas pelo técnico.

O Avaí desceu bem de novo aos 32, na jogada individual de João Lucas pra cima de Norberto. O lateral chutou rasteiro e a bola passou.

Gente…

Pouco depois, aos 35, veio o terceiro. Mais uma vez, a defesa celeste estava perdida e Copete cruzou na medida para Renato empurrar para o gol e fazer seu segundo no jogo. Fim de papo: 3 a 0 para o Avaí em pleno Mineirão e 6º jogo sem vitória celeste.

Beatriz Kalil Othero
Beatriz Kalil Otherobeatrizkof@gmail.com

Mineira de BH, graduanda em jornalismo pela UFMG e fascinada por futebol, dentro e fora das quatro linhas. Cobre os jogos dos times mineiros como repórter freelancer para o BHAZ.

Comentários