Argentinos brilham, Galo goleia o xará goianiense e volta a vencer

galo contra atlético-GO
Jogadores argentinos brilharam em partida contra o xará e rival goianiense (Pedro Souza/Atlético)

A torcida atleticana está só na gratidão com a Argentina. Em noite de gala, Zaracho e Nacho fizeram 2 gols cada na vitória sobre o Atlético-GO por 4 a 1 nesta quinta-feira (1º) no Mineirão, em Belo Horizonte. Hulk não fez gol, mas também foi fundamental para o triunfo. Com o resultado, o Galo pulou para a 5ª colocação, com 13 pontos, 5 a menos que o líder Bragantino. Na próxima rodada, o time alvinegro tenta engrenar contra o Cuiabá neste domingo (4), na Arena Pantanal.

Galo controla

No começo da partida, o Galo tentou ditar o ritmo do jogo e ficou com a bola mais tempo que o Dragão, que errava mais passes e não conseguia encaixar contra-ataques. Na marca dos 8 minutos, o time da casa quase abriu o placar. Marrony chegou de carrinho na área e Fernando Miguel fez um milagre. Aos 11 do 1T, Nacho, de volta após o tempo de isolamento por causa da covid-19, cobrou falta e a bola subiu.

Mineiro na frente

O time alvinegro estava melhor no jogo e abriu o placar aos 26 do 1T. Hulk deu passe para Zaracho, que acertou um bonito chute colocado, sem chances para o goleiro: 1 a 0 para o Galo.

+1 golaço dele!

O Zaracho estava inspirado, com a mira muito calibrada e aos 37 minutos, deixou mais um gol na partida. Marrony escorou para o argentino e ele emendou um chutaço da entrada da área.

Argentina ‘tá on’

O ataque do Galo estava impossível e logo logo, o time chegou ao 3º gol. Aos 41, Savarino cruzou nos pés de Nacho e o meia chutou alto, direto para as redes.

Dragão diminui

Ainda no 1T, deu tempo para o time goianiense balançar as redes. Na marca dos 45, a zaga do Galo tirou mal da área, a bola bateu nas costas de Hulk e sobrou para Marlon Freitas, livre, fazer o gol do clube goianiense: 3 a 1 no Mineirão.

Quase, Atlético(s)

Na volta para o 2T, os dois times tiveram boas chances na área. Aos 12 minutos, Hulk tentou finalizar, mas Fernando Miguel deu o bote e evitou o chute. Apenas 3 minutos depois, veio a resposta do outro Atlético. Lucão cabeceou sozinho e Everson defendeu de joelho para evitar o 2º do visitante.

Goleiros inspirados

Os arqueiros trabalharam bastante, especialmente na 2ª etapa. Na marca dos 35, Hulk mandou uma bomba de fora da área e Fernando Miguel espalmou para escanteio. Dois minutos depois, Pablo Dyego cabeceou no cantinho e Everson agarrou.

Goleou

Até que aos 43 do 2T, o Galo fez um contra-ataque mais do que eficiente e chegou ao seu 4º gol. Hulk desceu em velocidade e tocou para Nacho mandar colocado de primeira para o gol e fazer seu segundo na partida. Fim de papo: 4 a 1 para o Galo, que reencontrou com a vitória em estilo argentino.

Edição: Roberth Costa
Beatriz Kalil Othero
Beatriz Kalil Otherobeatrizkof@gmail.com

Mineira de BH, graduanda em jornalismo pela UFMG e fascinada por futebol, dentro e fora das quatro linhas. Cobre os jogos dos times mineiros como repórter freelancer para o BHAZ.

Comentários