Balde de água fria: América perde de goleada e tem sequência interrompida

américa sofre goleada
Na próxima rodada, o Coelho tem um clássico mineiro pela frente: o jogo contra o Atlético (Marina Almeida/América)

O América teve uma noite difícil nesta quarta-feira (7) na Arena Castelão. O time jogou mal e perdeu por 4 a 0 para o Fortaleza e teve a sequência de duas vitórias seguidas interrompida. Com a derrota, o clube treinado por Vagner Mancini estacionou na 15ª posição, com 9 pontos. Na próxima rodada, o Coelho tem um clássico mineiro pela frente: o jogo contra o Atlético neste sábado (10), no Independência, em Belo Horizonte.

Jogo ‘bão’

O primeiro lance perigoso foi do América, aos 8 minutos de partida. Ribamar chutou forte de dentro da área e Felipe Alves defendeu bem. O jogo esfriou um pouco, até que aos 23 do 1T, o Fortaleza chegou bem pela primeira vez: David recebeu na área, quase driblou Cavichioli, mas o goleiro conseguiu ficar com a bola e salvar o Coelho.

Na marca dos 31, David tentou de novo e a bola bateu na zaga. Felipe pegou a sobra e chutou pertinho da trave, assustando o goleiro do Coelho. O time mineiro respondeu aos 35 com Eduardo sozinho na área, mas a tentativa subiu muito.

Fortaleza cresce…

A equipe tricolor melhorou no jogo e começou a assustar mais. Na boa troca de passes aos 36 do 1T, Pikachu fez o cruzamento e Matheus Vargas tocou para Ederson, que sozinho, chutou para fora. Apenas 4 minutos depois, Pikachu chutou forte e a bola foi na trave.

… e abre o placar

Até que aos 46 do 1T, deu tempo para o time da casa sair na frente. Pikachu tocou para David, que fez boa jogada na área e tocou para o aniversariante Ederson chutar no canto e fazer o primeiro do Fortaleza no jogo.

Leão empolgou

Logo no começo do 2T, o Fortaleza ampliou a vantagem. Aos 9 minutos, Ederson entrou na área, tocou para David e o atacante não desperdiçou: 2 a 0 na Arena Castelão. O Coelho tentou a resposta com cabeçada de Ribamar aos 15, mas a bola foi fraca para a defesa do arqueiro do tricolor. No minuto seguinte, o time da casa fez mais um, com o mesmo David. A defesa americana vacilou, Pikachu aproveitou para cruzar rasteiro para o atacante fazer o seu segundo na partida.

O time teve a chance do quarto aos 25, quando Robson chutou para fora, sem marcação. Carlos Alberto, “cria” do Coelho, tentou um chute meio sem ângulo e Felipe Alves pegou.

Virou goleada

O Fortaleza administrava o resultado, mas não abdicou de buscar mais um gol. Na marca dos 37 do 2T, Igor Torres recebeu bola lançada na área e cabeceou firme para o chão. Cavichioli tocou nela, mas não conseguiu evitar o gol: 4 a 0 para o Fortaleza e balde de água fria na boa sequência que estava sendo construída.

Edição: Roberth Costa
Beatriz Kalil Othero
Beatriz Kalil Otherobeatrizkof@gmail.com

Mineira de BH, graduanda em jornalismo pela UFMG e fascinada por futebol, dentro e fora das quatro linhas. Cobre os jogos dos times mineiros como repórter freelancer para o BHAZ.

Comentários