Caixa Econômica Federal abre concurso com 1,1 mil vagas para pessoas com deficiência

Agencia Caixa Economica Federal
Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Caixa Econômica Federal lançou o edital de concurso público para 1.100 vagas de Técnico Bancário Novo destinadas a pessoas com deficiência (PcD). É preciso ter nível médio completo. O salário é de R$ 3 mil para uma jornada de 30 horas semanais. Com os benefícios, o valor pode chegar a até R$ 4,4 mil.

Do total de vagas, mil são para preenchimento imediato e outras 100 para formação de cadastro de reserva. O concurso prevê que 20% das vagas ficam reservadas para os candidatos autodeclarados pretos ou pardos.

Em Minas Gerais, são 50 oportunidades imediatas e cinco para cadastro. Confira abaixo a distribuição das vagas.

O candidato pode escolher por trabalhar na rede de agências, com unidades espalhadas por todo o país, ou na área de Tecnologia da Informação (TI) da companhia, nesse caso o local de atuação é no Distrito Federal. Consulte abaixo o edital que lista a documentação necessária para participar do concurso.

Concurso

A inscrição para o concurso pode ser feita de 10 a 27 de setembro pelo site www.cesgranrio.org.br. A taxa é de R$ 30. As provas objetivas e redação serão aplicadas no dia 31 de outubro.

Na inscrição, o candidato deverá optar por uma cidade (um polo). Essa escolha será levada em conta para classificação e também definição da localidade de realização das provas. Veja abaixo a distribuição das vagas por estados:

  • Acre: 9 imediatas
  • Alagoas: 12 imediatas
  • Amazonas: 28 imediatas e 5 para cadastro
  • Amapá: 6 imediatas
  • Bahia: 50 imediatas e 5 para cadastro
  • Ceará: 35 imediatas e 5 para cadastro
  • Distrito Federal: 70 imediatas e 5 para cadastro
  • Distrito Federal – Polo TI: 100 imediatas e 10 para cadastro
  • Espírito Santo: 10 imediatas
  • Goiás: 30 imediatas e 5 para cadastro
  • Maranhão: 10 imediatas
  • Minas Gerais: 50 imediatas e 5 para cadastro
  • Mato Grosso do Sul: 15 imediatas
  • Mato Grosso: 20 imediatas
  • Pará: 35 imediatas e 5 para cadastro
  • Paraíba: 6 imediatas
  • Pernambuco: 40 imediatas e 5 para cadastro
  • Piauí: 10 imediatas
  • Paraná: 35 imediatas e 5 para cadastro
  • Rio de Janeiro: 85 imediatas e 11 para cadastro
  • Rio Grande do Norte: 10 imediatas
  • Rondônia: 12 imediatas
  • Roraima: 6 imediatas
  • Rio Grande do Sul: 55 imediatas e 7 para cadastro
  • Sergipe: 42 imediatas e 5 para cadastro
  • Santa Catarina: 6 imediatas
  • São Paulo: 207 imediatas e 22 para cadastro
  • Tocantins: 6 imediatas

Edição: Vitor Fernandes

Comentários