Parceria entre Prefeitura de BH e empresa oferece 1,1 mil vagas de emprego imediato

Prova de vida começará com aniversariantes de maio
Vagas de emprego também contemplam pessoas com deficiência (Amanda Dias/Arquivo BHAZ)

A PBH (Prefeitura de Belo Horizonte), por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, começou uma iniciativa para auxiliar pessoas mais vulneráveis a conseguir emprego. Uma empresa de call center é a 1ª a fechar parceria com o poder público e oferece, de imediato, 1,1 mil vagas de trabalho.

Em conversa com o BHAZ nesta quarta (27), o secretário de Desenvolvimento Econômico Adriano Faria explica que, ao tomar posse do cargo, ainda em julho, mobilizou a equipe da pasta para buscar soluções e empregar pessoas excluídas do mercado de trabalho, seja por vulnerabilidade ou falta de qualificação.

“É comum que empresas que buscam contratar uma grande quantidade de pessoas nos procurem, a Prefeitura tem esses canais de conexão. Mas, a demanda por pessoas com qualificação não tão alta é diferente”, diz Adriano. Pensando nisso, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico vai criar conexões entre empresas com vagas disponíveis e pessoas que buscam emprego, mesmo sem experiência.

Como funciona?

A iniciativa da pasta segue duas linhas. A primeira delas por divulgação das vagas via Sine (Sistema Nacional de Emprego), em que os candidatos recebem um link e podem realizar entrevistas online, ou ainda por meio da carta de encaminhamento. Para este modelo foram reservadas 200 vagas, e qualquer pessoa pode concorrer.

Já a segunda trata-se de uma abordagem mais direta, em que o poder público, por meio da assistência social e direitos humanos, fará uma triagem de pessoas já cadastradas. Os nomes são, então, indicados para a empresa. No caso do call center, cadastros podem ser realizados por meio do site de vagas da empresa. O candidato também pode tirar dúvidas por meio do WhatsApp no telefone (31) 982129178.

O secretário Adriano Faria ressalta que a iniciativa tem como diferencial estimular tanto as empresas quanto as pessoas. “Queremos estimular as empresas a contratarem essas pessoas e também fazer com que as pessoas acreditem que possam ser empregadas. Nosso intuito é ter um bom resultado”, diz.

Plataforma online

Além da parceria com as empresas com vagas disponíveis, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico também prepara o lançamento de uma plataforma virtual. “As pessoas estão buscando por empregos, mas o acesso e informações não tão explícitas dificultam esse processo, as qualificações ficam dispersas. O portal, que será dentro do site da PBH, vai facilitar essas conexões e suprir a necessidade de oportunidades para pessoas mais vulneráveis”, explica.

Ainda de acordo com secretário, uma plataforma em operação em Recife (PE) atende as especificidades do projeto criado na capital mineira. Por isso, a Prefeitura da cidade foi contactada para ceder a base da tecnologia e a plataforma pode estar disponível para o usuário final em cerca de 90 dias.

Por fim, o secretário pede que as empresas procurem a Secretaria de Desenvolvimento Econômico caso tenham vagas disponíveis. “Temos condições de criar conexões, colaborar tanto com empresas, já que a mão de obra sem qualificação gera gargalo, e também com as pessoas em busca de trabalho”, diz.

Sine

Postos municipais do Sine atendem os serviços de consulta de vagas de emprego e Seguro Desemprego por meio de agendamento. A marcação para o atendimento deve ser realizada pelo site agendamentoeletronico.pbh.gov.br. Veja os endereços dos postos Sine em BH:

  • SINE BH Resolve: Rua dos Caetés, 342 – Centro (Horário de atendimento: 08h às 17h)
  • SINE Venda Nova: Rua Padre Pedro Pinto, 1055 – Venda Nova (Horário de atendimento: 08h às 17h)
  • SINE Barreiro: Rua Barão de Coromandel, 982 – Barreiro (Horário de atendimento: 08h às 17h)
Roberth Costaroberth.costa@bhaz.com.br

Editor do BHAZ desde junho de 2018 e repórter desde 2014. Participou do processo de criação do portal em 2012. É formado em Publicidade e Propaganda pela Faculdade Promove. Participou de reportagens premiadas pela CDL/BH em 2018, 2019 e 2020, além de figurar entre os finalistas do prêmio Sindibel, em 2019, e Sebrae de Jornalismo, em 2021.

Comentários