Governo do Reino Unido oferece bolsas de mestrado a estudantes de 160 países, incluindo o Brasil

londres
Além da bolsa de estudo, os aprovados terão pagas as passagens aéreas, visto, taxas universitárias e eventos no Reino Unido (FOTO ILUSTRATIVA: Banco de imagens/Pixabay)

Os brasileiros que sonham em estudar no exterior agora terão um incentivo a mais para correrem atrás deste objetivo. A partir desta terça-feira (2), alunos de 160 países, incluindo o Brasil, poderão concorrer a bolsas de mestrado no Reino Unido.

Além da bolsa de estudo, os aprovados terão pagas as passagens aéreas, visto, taxas universitárias e eventos inclusos dentro do programa Chevening, iniciativa parceira de mais de 30 universidades britânicas. Os candidatos terão que fazer uma entrevista em inglês e a vaga exige também experiência profissional de pelo menos dois anos.

O programa do governo britânico já concedeu mais de 50 mil bolsas para estudantes de todo mundo. Em 2020, 46 brasileiros foram selecionados para o programa de mestrados. As inscrições devem ser feitas pelo site chevening.org.

Para a encarregada de negócios da embaixada do Reino Unido no Brasil, Melanie Hopkins, esta é uma oportunidade para que os estudantes possam compartilhar conhecimentos. “Estamos buscando os líderes de amanhã, estamos buscando estudantes dispostos a melhorar as relações entre o governo britânico e o brasileiro e os candidatos devem ser capazes de mostrar o impacto que eles podem causar”, disse.

Com Agência Brasil

Edição: Roberth Costa
Larissa Reislarissa.reis@bhaz.com.br

Graduada em jornalismo pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) e repórter do BHAZ desde 2021. Vencedora do 13° Prêmio Jovem Jornalista Fernando Pacheco Jordão, idealizado pelo Instituto Vladimir Herzog.

Comentários