Bolsas de até R$ 1,5 mil: TIM abre programa de estágio voltado a mulheres e pessoas negras em BH

tim
Ao todo, são 165 vagas em nove capitais do país, incluindo Belo Horizonte (TIM/Divulgação)

A operadora TIM está com as inscrições abertas para o Programa de Estágio 2021. As oportunidades são voltadas para pessoas negras e, nas áreas de tecnologia, as vagas serão preenchidas preferencialmente por mulheres. Ao todo, são 165 vagas em nove capitais do país, incluindo Belo Horizonte.

Além da bolsa de auxílio financeiro, que varia entre R$ 1.350 e R$ 1.500, a empresa também oferece aos estagiários assistência médica e odontológica, vales refeição e transporte, programas de treinamento, seguro de vida e outros benefícios. Os candidatos têm até o dia 18 de outubro para realizar a inscrição, por meio da plataforma de estágios da TIM.

Na edição anterior, 64,8% das vagas disponíveis foram ocupadas por pessoas negras, selecionadas entre mais de 12 mil inscrições. Em uma evolução do projeto, a TIM pretende ainda destinar, pelo menos, metade das vagas em áreas de tecnologia, como Engenharia e TI (Tecnologia da Informação), para mulheres universitárias.

“As pessoas negras são 55,8% da população do país, mas ainda não têm representatividade expressiva nas empresas. Mulheres representam apenas 33% das pessoas que se formam em cursos superiores com foco em ciência e tecnologia, segundo dados da Unesco. Repensar critérios e processos que podem significar barreiras de entrada é fundamental”, comenta Maria Antonietta Russo, profissional de Recursos Humanos da TIM.

Quem pode se inscrever?

Podem se candidatar às vagas do Programa de Estágio TIM estudantes de qualquer curso e instituição de ensino, desde que cumpram os requisitos abaixo:

  • Estar cursando o ensino superior, seja bacharelado, licenciatura ou tecnólogo;
  • Ter previsão de se formar em 2023;
  • Ter disponibilidade para estagiar de 1 ano e meio a 2 anos;
  • Ter disponibilidade para estagiar por 6 horas diárias de segunda a sexta-feira, em horário comercial.

Trabalho remoto

Em 2020, além da reformulação do Programa de Estágio com foco em diversidade e inclusão, a TIM teve o desafio de realizar toda a seleção de forma remota. Foram 12.483 inscritos em um processo que incluiu 97 dinâmicas de grupo, 89 painéis de negócios e 786 entrevistas individuais.

Outra novidade foi o modelo de trabalho: pela primeira vez na história da companhia, os estagiários e estagiárias foram recebidos “digitalmente” e seguem trabalhando em home office.

Edição: Giovanna Fávero
Larissa Reis
Larissa Reislarissa.reis@bhaz.com.br

Estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Comentários