Casal responsável por ‘chá revelação’ que causou incêndio e matou bombeiro é indiciado

incêndio chá de revelação
O incêndio florestal que atingiu quase 100 km² de vegetação (Reprodução/@SBCOUNTYFIRE/Twitter)

Um casal americano foi indiciado depois que um “chá revelação” organizado por eles terminou em um incêndio florestal, na Califórnia, nos Estados Unidos. Na ocasião, um bombeiro morreu enquanto combatia as chamas. Outras 13 pessoas foram feridas e mais de 100 precisaram ser retiradas de suas casas.

Embora o casal tenha se declarado inocente, a justiça americana determinou nessa quarta-feira (21) que Refugio Manuel Jimenez Jr. e Angela Renee Jimenez responderão por homicídio culposo, quando não há a intenção de matar. Além disso, os dois ainda terão de cumprir penas por crimes ambientais, relacionados ao incêndio florestal que atingiu quase 100 quilômetros quadrados.

Incêndio provocado por aparelho de fumaça

A tragédia aconteceu no dia 5 de setembro de 2020 e, segundo as autoridades, uma falha em um aparelho de fumaça usado pelo casal foi o motivador do incêndio florestal. De acordo com o Departamento Florestal e de Prevenção de Incêndios da Califórnia, o fogo se iniciou pela manhã e logo se alastrou pelo condado de San Bernardino e mobilizou os bombeiros do local (veja aqui).

O órgão ainda ressaltou que, devido ao tempo seco, não é difícil começar um incêndio na área e adiantou, à época, que “aqueles responsáveis por provocar incêndios, por negligência ou atividade ilegal, podem ser financeira e criminalmente responsabilizados”.

Na ocasião, o controle do fogo demandou esforços de mais de de 500 agentes, divididos entre 10 equipes. Evacuações em massa nos locais atingidos pelo incêndio tiveram que ser realizadas para evitar uma tragédia ainda maior.

Veja um vídeo do acidente:

Larissa Reis
Larissa Reislarissa.reis@bhaz.com.br

Estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Comentários