Chama o Síndico puxa protesto contra Bolsonaro e se solidariza com Tchanzinho

Sinara Peixoto e Vitor Fernandes

O bloco Chama o Síndico, que desfila durante todo este domingo (3) na região da Pampulha, deu início ao seu cortejo com discursos politizados. Entre os protestos, estiveram presentes o “Ele Não!”, grito de repúdio ao presidente da República Jair Bolsonaro (PSL), e o apoio ao Tchanzinho Zona Norte, bloco proibido de manifestar-se politicamente pelo comando do policiamento do evento, na última sexta-feira (1º) – relembre aqui.

Ao abrir o cortejo de hoje, o Chama o Síndico se posicionou sobre o episódio. “Ele não! Nós vamos falar o que a gente quiser sempre. Liberdade de expressão, certo? É um direito garantido pela nossa Constituição”, bradou um dos organizadores do bloco. “E o Carnaval de BH sempre falou sobre política, sobre coisas importantes. E não vai ser hoje que a gente vai parar, tá bom? Então nossa solidariedade ao Tchanzinho e a todos os blocos que foram censurados aí, valeu?”, complementou.

Em seguida, enquanto o vocalista anunciava uma das músicas, o público puxou gritos de protesto contra Bolsonaro. “Ei, Bolsonaro, vai tomar no c*” e “Ele Não”, este último acompanhado pela banda.

Este é o oitavo desfile do Chama o Síndico, que homenageia Tim Maia e Jorge Ben Jor. Neste ano, o bloco que desfilava tradicionalmente às quartas antes do Carnaval na avenida Afonso Pena, mudou de dia e local (relembre aqui). O cortejo arrasta, até às 16h, uma multidão pela região da avenida Abrahão Caram.

OLHO NA DICA PARA ECONOMIZAR

Na sede do BHAZ, economizamos todos os meses na conta de energia por meio de uma operação regulamentada pela ANEEL e ainda desconhecida por muitos consumidores. E o melhor: não tivemos nenhum custo extra para ter acesso a esse desconto. Por isso, damos esta dica para quem mora em qualquer cidade de Minas Gerais.

Sua conta de luz pode ficar até 15% mais barata com a Metha Energia. Faça agora seu cadastro, é 100% DIGITAL e GRATUITO. Clique no botão abaixo e simule direto seu desconto mensal. Caso queira saber mais sobre a tecnologia, leia este conteúdo que explica em detalhes a operação.