Saiba como anda a versão de entrada do VW Taos

A versão de entrada do SUV da Volkswagen é um pouco menos sofisticada em relação à opção mais cara, que é a Highline. Por fora, a Comfortline não tem aquela assinatura em LED na grade dianteira e os faróis iQ.Light e nem rodas diamantadas e, por dentro, o acabamento é menos requintado, com bancos revestidos em tecido e quadro de instrumentos digital de oito polegadas bem mais simples. A lista de equipamentos também é menos recheada, sem alguns itens de direção autônoma, embora inclua importantes equipamentos de conforto e segurança, como seis airbags, detector de fadiga, sistema de frenagem automática pós-colisão, medidas de proteção para pedestres, ar-condicionado de duas zonas e carregamento de celular por indução.

Foto: Eduardo Aquino

Uma das diferenças da versão de entrada Comfortline para a versão topo de linha Highline aparece à noite, quando não está presente aquela assinatura em LED na grade e nem os faróis iQ.Light de última geração. Mas os faróis de LED iluminam bem o caminho.

Rodas esportivas

De perfil, destaque para o desenho esportivo das rodas de liga de 18 polegadas (não são diamantadas como na Highline), as coberturas plásticas nos para-lamas e soleiras e para as maçanetas e capas dos retrovisores na cor da carroceria.

Leia mais: Nissan Leaf em Minas

Foto: Eduardo Aquino

Na traseira, as duas versões são iguais, com lanternas em LED, ressalto na tampa do porta-malas, para-choque na cor preta com acabamento que dá um toque aventureiro e defletor de ar no teto também na cor preta.

Acabamento

Por dentro, o acabamento é de boa qualidade, misturando a cor preta com vários tons de cinza, bancos revestidos em tecido, volante multifuncional revestido em couro e revestimento das portas dianteiras em “soft-touch”.

Leia mais: Hyundai Creta Ultimate

Foto: Eduardo Aquino

O quadro de instrumentos de oito polegadas é digital e um pouco mais simples do que o que equipa a versão Highline e pode ser configurado ao gosto do motorista. Possibilita uma boa visão dos instrumentos.

Tela integrada

Compatível com Android Auto e Apple Car Play, o sistema multimídia VW Play tem tela de dez polegadas de resolução HD no centro e bem integrada ao painel. E essa boa resolução faz diferença quando entram as imagens da câmera de ré.

Leia mais: Volvo XC40 Recharge

Foto: Eduardo Aquino

O Taos Comfortline tem carregamento de celular por indução, o que facilita bem ao evitar os fios que atrapalham sempre, mas as três entradas USB do painel não são compatíveis com todos os celulares.

Posição de dirigir

Para encontrar uma boa posição de dirigir, o motorista conta com a regulagem (manual) de altura do banco e os ajustes em altura e distância da coluna de direção. O volante multifuncional tem boa pega e abriga diversos comandos.

Leia mais: Citroen C4 Cactus Shine

Foto: Eduardo Aquino

Entre os itens de conforto, estão ar-condicionado de duas zonas, porta-luvas refrigerado (ajuda bem no calor, ao conservar gelada uma garrafa de água), controle automático de velocidade e assistente para partida em subida.

Segurança

Na lista de itens se segurança, destaque para os seis airbags, sistema de frenagem automática pós-colisão, medidas de proteção para pedestres ampliadas, monitoramento da pressão dos pneus, detector de fadiga e controles de tração e estabilidade.

Leia mais: Renegade somente Flex

Foto: Eduardo Aquino

O espaço interno acomoda bem cinco adultos com certo conforto, já que quem senta no meio do banco traseiro é incomodado pelo apoio de braço embutido. O porta-malas tem boa capacidade (470 litros) para um SUV desse porte.

Torque em baixa

Com turbo e injeção direta de combustível, o motor 1.4 tem bom torque em baixas rotações, dando ao Taos (que pesa quase uma tonelada e meia) agilidade, com boas acelerações e retomadas de velocidade.

Leia mais: Chevrolet S10 Z71

Foto: Eduardo Aquino

Mas o consumo quando rodamos apenas com etanol no tanque não foi dos melhores. Com apenas o motorista e ar-condicionado ligado, o computador de bordo marcou médias em torno de 6,8km/l na cidade e não chegou a 9km/l na estrada.

Suave

O câmbio automático trabalha de forma suave e sem trancos e acompanha bem o ritmo de motorista e a troca de marchas fica mais esperta quando o motorista usa as borboletas junto ao volante.

Leia mais: Ressurgimento do Chevrolet Cruze

Foto: Eduardo Aquino

A assistência eletromecânica do sistema de direção está bem calibrada para as altas velocidades e para as manobras em vagas apertadas, quando o motorista conta também com a ajuda dos sensores de estacionamento dianteiro e traseiro e a câmera de ré.

Com sistema multlink no eixo traseiro, o acerto do conjunto de suspensão é um dos pontos altos do carro. Consegue equilibrar bem estabilidade e conforto, ou seja, agrada tanto na tocada mais “familiar” quanto na mais “abusada”.

Texto e fotos: Eduardo Aquino 

Foto: Eduardo Aquino

Ficha Técnica

Motor – Dianteiro, transversal, quatro cilindros em linha, 1.499cm³ de cilindrada, 16V, Flex, turbo, que gera potência de 150cv (gasolina/etanol) a 5.000rpm e torque de 25,5kgfm a 1.400rpm

Transmissão – Tração dianteira e câmbio automático de seis marchas

Direção – Assistência eletromecânica

Suspensão – Dianteira, independente, do tipo McPherson; e traseira, independente, do tipo multlink

Dimensões – Comprimento, 4,46m; largura, 1,84m; altura, 1,62m; e entre-eixos, 2,68m

Altura do solo – 18,5cm

Ângulo de entrada – 19°

Ângulo de saída – 26,3°

Ângulo de rampa – 20,1°

Freios – A disco nas quatro rodas, sendo ventilados na dianteira e sólidos na traseira

Rodas e pneus – Rodas de liga de 18 polegadas, calçadas com pneus 215/55 R18

Porta-malas – 480 litros

Carga útil (ocupantes mais bagagem) – 470 quilos

Tanque – 51 litros

Peso (em ordem de marcha) – 1.420 quilos

Foto: Eduardo Aquino

Principais equipamentos de série – Seis airbags (frontais, laterais e de cortina), APP-connect (Apple Carplay wireless e Android Auto via cabo) e conexão com a internet via Smartphone; ar-condicionado de duas zonas, sistema Isofix para fixar cadeiras infantis, assistente para partida em subida, bancos dianteiros com ajuste manual de altura, câmera de ré, carregamento de celular por indução, controle de desgaste das pastilhas de freio, controles eletrônicos de tração e estabilidade, detector de fadiga, direção elétrica, três entradas USB, faróis em ECO LED com função “Coming & Leaving home” e luz de condução diurna em LED integrada, monitoramento da pressão dos pneus, sistema de frenagem automática pós-colisão, medidas de proteção para pedestres ampliadas, painel de instrumentos digital de oito polegadas, controle automático de velocidade, porta-luvas iluminado e refrigerado, porta-óculos, rack de teto longitudinal na cor preta, regulagem do facho do farol, revestimento das portas dianteiras em “soft-touch”,  revestimento em tecido dos bancos, sensores de chuva e crepuscular, sensores de estacionamento dianteiros e traseiros, sistema multimídia “VW Play” tela de 10 polegadas com resolução HD+, câmera traseira integrada, leitor de MP3 e car menu; sistema Start-Stop com reaproveitamento da energia de frenagem e volante multifuncional em couro com shift paddles.

Opcionais – Pacote Segurança (controle automático de velocidade adaptativo, frenagem autônoma de emergência e detector de pedestre), R$ R$ 5.510,00.

Preços – R$ 175.700,00. Com pintura metálica e Pacote Segurança, sobe para R$ 182.620,00.

Acelera Airedacao@aceleraai.com.br

Jornalistas Eduardo Aquino e Luís Otávio Pires são os editores do site Acelera Aí e da seção veículos do portal Bhaz

Comentários