Destroços de foguete chinês caem perto das Maldivas na madrugada

foguete
Preocupação maior era de que o foguete atingisse áreas habitadas (FOTO ILUSTRATIVA: Envato)

Os destroços do foguete chinês que ameaçavam cair na atmosfera da Terra caíram no Oceano Índico durante a madrugada deste domingo (9). O ponto em que os destroços caíram fica a oeste das ilhas Maldivas, conforme informou a mídia estatal chinesa. Há dias, a preocupação maior de autoridades de todo o mundo em relação ao assunto foi de que a queda provocasse vítimas e grandes prejuízos.

De acordo com a BBC, o escritório chinês de Engenharia Espacial, que confirmou as coordenadas de onde os destroços caíram, afirmou que não há relatos de vítimas ou danos. Ainda segundo o escritório, o foguete pesava 18 toneladas e os destroços estão entre os primeiros na lista de maiores itens a ter uma queda não direcionada na atmosfera há décadas.

O Comando Espacial dos Estados Unidos, que já havia criticado a decisão do governo chinês de permitir que o foguete caísse sem interferência, foi menos preciso nas informações divulgadas. A instituição disse apenas que o foguete voltou a entrar na Península Arábica e que era “desconhecido se os destroços haviam impactado terra ou água”.

Ao longo dos últimos dias, o comando divulgou alguns dados sobre a localização do foguete e foi firme em relação à decisão chinesa. “As nações que fazem viagens espaciais devem minimizar os riscos para as pessoas e propriedades na Terra. Está claro que a China não está cumprindo os padrões responsáveis em relação a seus detritos espaciais”, disse o secretário de Defesa dos EUA, Lloyd Austin.

Relembre o caso

A previsão inicial era de que o foguete, que estava fora de controle, voltasse à Terra nesse sábado (8), em um local desconhecido. A informação foi de um comunicado do porta-voz do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, Mike Howard. À época, ele adiantou que o Comando Espacial dos EUA estava rastreando a trajetória do foguete, levantando preocupações sobre onde os destroços dele podem causar impacto.

O foguete foi usado pelos chineses para lançar parte de sua estação espacial na última semana. Enquanto a maioria dos objetos de detritos espaciais queima na atmosfera, o tamanho do foguete levantou a preocupação de que grandes partes poderiam reentrar e causar danos, se atingissem áreas habitadas.

Giovanna Fávero
Giovanna Fáverogiovanna.favero@bhaz.com.br

Repórter no BHAZ desde outubro de 2019. Jornalista graduada pela PUC Minas (Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais) e com atuação focada nas editorias de Cidades, Guia e Cultura.

OLHO NA DICA PARA ECONOMIZAR

Na sede do BHAZ, economizamos todos os meses na conta de energia por meio de uma operação regulamentada pela ANEEL e ainda desconhecida por muitos consumidores. E o melhor: não tivemos nenhum custo extra para ter acesso a esse desconto. Por isso, damos esta dica para quem mora em qualquer cidade de Minas Gerais.

Sua conta de luz pode ficar até 15% mais barata com a Metha Energia. Faça agora seu cadastro, é 100% DIGITAL e GRATUITO. Clique no botão abaixo e simule direto seu desconto mensal. Caso queira saber mais sobre a tecnologia, leia este conteúdo que explica em detalhes a operação.

Comentários