Dono de mercearia em Minas mata homem a tesouradas por dívida de R$ 8 em cachaça

homem mata tesoura
Homem cometeu o crime dentro do estabelecimento e foi preso (Yuran Khan/BHAZ)

O dono de uma mercearia, um homem de 32 anos, foi preso nesta quinta-feira (22) suspeito de matar um cliente a tesouradas por conta de uma dívida de R$ 8. Conforme as apurações iniciais, o suspeito assassinou a vítima no dia 29 de maio, em Porteirinha, Norte do estado, dentro do seu próprio estabelecimento.

Segundo a Polícia Civil, o dono da mercearia cobrou da vítima o valor de duas doses de cachaça. O cliente teria comprado as bebidas, que custavam R$ 4 cada, anteriormente, mas não quitou o débito.

Ao ser cobrado pelo proprietário, a vítima não esboçou reação e recebeu golpes de tesoura no peito. Ao tentar sair da mercearia, o homem recebeu um novo golpe nas costas e caiu. A vítima não resistiu aos ferimentos e morreu no local do crime.

Suspeito fugiu

O suspeito fugiu logo após cometer o crime e não foi mais visto no local. A delegada Wendy Martins Moreira instaurou um inquérito policial e representou pela decretação da prisão preventiva do investigado.

O suspeito teve a ordem de prisão formalizada quando se apresentou na Delegacia de Polícia Civil em Porteirinha, nesta quinta (22). O homem ficará preso até ser julgado pela Justiça.

Edição: Giovanna Fávero
Jordânia Andrade
Jordânia Andradejordania.andrade@bhaz.com.br

Repórter do BHAZ desde outubro de 2020. Jornalista formada no UniBH (Centro Universitário de Belo Horizonte) com passagens pelos veículos Sou BH, Alvorada FM e rádio Itatiaia. Atua em projetos com foco em política, diversidade e jornalismo comunitário.

Comentários