Em jogo morno, Galo vence pelo placar mínimo e entra no G4

Cuiabá e galo
O Cuiabá começou a partida arriscando mais, já que a situação na tabela é ruim e a vitória em casa era a única opção (Pedro Souza/Atlético)

O Galo não teve uma atuação espetacular, mas conseguiu garantir 3 pontos importantes contra o Cuiabá nesta noite de domingo (4) na Arena Pantanal. Com o gol de Nacho, o triunfo levou o clube à 4ª colocação do campeonato, com 16 pontos. Na próxima rodada, o Galo tenta a 3ª vitória seguida contra o Flamengo nesta quarta-feira (7) no Mineirão, em Belo Horizonte.

Cuiabá com perigo

O Cuiabá começou a partida arriscando mais, já que a situação na tabela é ruim e a vitória em casa era a única opção para o clube verde e amarelo. Aos 10 do 1T, Danilo Gomes foi pra cima da zaga e chutou de dentro da área, e Igor Rabello resvalou na bola. Apenas 1 minuto depois, na cobrança de escanteio, Elton cabeceou no cantinho e Everson fez grande defesa para salvar o Galo.

Galo na frente

Quem não faz, leva né? O Galo não se sentiu intimidado e na primeira chance mais clara na partida, o clube abriu o placar. No contra-ataque alvinegro aos 25, Savarino deu passe para Hulk, que saiu veloz, se livrou do carrinho de Paulão, invadiu a área, tocou para Nacho, e ele mandou para as redes. O atacante é o garçom atleticano em 2021, com 8 passes para gol. Já o argentino fez o seu 7º gol com a camisa preto e branca.

Amornou

Após a mudança no placar, a partida esfriou no 1T: o Galo não empolgou para fazer o segundo, e nada do Dourado encaixar jogadas para buscar o empate.

Na volta para a segunda etapa, a equipe mato-grossense chegou aos 8 com um chute de fora de Camilo, defendido por Everson em dois tempos. No restante da partida, o Cuiabá continuou tentando ataques, mas sem muito sucesso. Já o Atlético se defendeu e não ameaçou a área do adversário. E assim foi até o final: vitória do Galo fora de casa por 1 a 0 e a entrada do time no G4.

Edição: Roberth Costa
Beatriz Kalil Othero
Beatriz Kalil Otherobeatrizkof@gmail.com

Mineira de BH, graduanda em jornalismo pela UFMG e fascinada por futebol, dentro e fora das quatro linhas. Cobre os jogos dos times mineiros como repórter freelancer para o BHAZ.

Comentários