Ginastas alemãs usam calças em protesto contra a sexualização feminina

Ginastas alemãs
Atletas não confirmaram o uso do novo uniforme e disseram que estão ‘preparando uma surpresa’ (Reprodução/Instagram)

Por Paulo Victor Soares

Os Jogos de Tóquio sequer tiveram abertura oficial, mas o time feminino de ginástica artística da Alemanha já teve uma ação de protagonismo no torneio no Japão. A equipe adotou calças em vez de collants, com o intuito de protestar contra a sexualização feminina no esporte.

No treino desta quinta-feira (22/7), o time feminino alemão usou a vestimenta. Mas na saída do treino, as atletas não confirmaram o uso do novo uniforme e disseram que estão “preparando uma surpresa”.

“Foi particularmente importante para nós dar o exemplo, para encorajar outras mulheres, e especialmente as atletas mais jovens, a usar o que elas se sentem mais confortáveis. Este pode ser o amado collant curto ou o full-body suit. Nós, ginastas da seleção alemã, reservamo-nos o direito de decidir, dependendo da situação, como nos sentimos mais confortáveis. A nova possibilidade de autodeterminação quanto à escolha das roupas nos dará ainda mais forças no futuro”, postou a ginasta alemã Sarah Voss no Instagram, autora da iniciativa.

Leia a matéria completa no Metrópoles, parceiro do BHAZ.

Metrópoles
Metrópoles

O Metrópoles é um veículo de comunicação ágil, com linguagem acessível e totalmente focada no digital. Informar, escutar, interagir, debater, denunciar, diversificar, entreter e prestar serviço à sociedade do Distrito Federal e do país são especialidades do portal.

Comentários