Pesquisar
Close this search box.

Sem grana para sair? Conheça 10 comédias românticas para assistir no Dia dos Namorados

Por

dia dos namorados
O BHAZ preparou uma lista com 10 filmes de comédia romântica para maratonar com seu amor no Dia dos Namorados (Divulgação)

O Dia dos Namorados está batendo na porta e se você e seu amor fazem parte do grupo de pessoas que prefere passar a data juntinhos em casa, aqui vai uma guia para te ajudar a curtir muito com direito a filminho e pipoca!

O BHAZ preparou uma lista com 10 filmes de comédia romântica para maratonar no Dia dos Namorados. E tem para todos os gostos: são filmes clássicos, atuais, estrangeiros ou nacionais que falam sobre relacionamentos para aqueles casais que amam rir e se emocionar juntos!

Before Sunrise

Before Sunrise, 1995 (Max/Divulgação)

O primeiro da lista não poderia ser outro. “Before Sunrise”, ou “Antes do Amanhecer”, é um filme que nos faz suspirar do começo ao fim. Com diálogos profundos e uma fotografia de encher os olhos, o longa narra a história de um casal que se conhece em um trem com destino a Viena, na Áustria, e fala sobre como os “amores à primeira vista” são capazes de marcar para sempre.

Título: Before Sunrise, 1995 

Direção: Richard Linklater

Duração: 1h 41

Onde assistir: Max

10 Coisas Que eu Odeio em Você

10 Coisas Que eu Odeio em Você, 1999 (Disney/Divulgação)

Clássico da Sessão da Tarde, “10 Coisas Que eu Odeio em Você” é para aqueles que amam um romance de colegial. A trama gira em torno de uma garota que não prioriza ter um namorado, mas que acaba se apaixonando pelo “bad boy” da escola em meio a uma aposta que também envolve o destino amoroso da irmã dela. O filme conta, ainda, com uma icônica performance de I Love You Baby, do Frank Sinatra.

Título: 10 Coisas Que eu Odeio em Você, 1999

Direção: Gil Junger

Duração: 1h37

Onde assistir: Disney+

Para Todos Os Garotos Que Eu Já Amei

Para Todos Os Garotos Que Eu Já Amei, 2018 (Netflix/Divulgação)

Essa é para aqueles que amam um romance adolescente, com direito a cartas de amor e todos os clichês possíveis. Baseado na trilogia de livros de Jenny Han, o filme conta a história de um casal que resolve namorar de “mentirinha”, mas que acaba se apaixonando de verdade. A trama continua em mais dois filmes, que acompanham o casal até a chegada na faculdade.

Título: Para todos os garotos que eu já amei, 2018

Direção: Susan Johnson

Duração: 1h33

Onde assistir: Netflix

Vestida Para Casar

Vestida para casar, 2008 (Disney/Divulgação)

Outro clássico da Sessão da Tarde, “Vestida Para Casar”, ou “27 Dresses”, conta a história de uma mulher apaixonada por casamentos e que sonha com o dia em que poderá, finalmente, deixar de ser apenas uma dama de honra. O que ela não esperava, contudo, era que se apaixonaria por um repórter interessado em contar a deprimente vida amorosa dela no jornal.

Título: Vestida Para Casar, 2008

Direção: Anne Fletcher

Duração: 1h51

Onde assistir: Disney+

(500) Dias Com Ela

(500) Dias Com Ela, 2009 (Divulgação)

“(500) Dias Com Ela”, que se tornou um clássico da modernidade, não é uma história de amor. O filme conta o drama de um jovem romântico que se apaixona por uma colega de trabalho, mas que é rejeitado por ela, ainda que ele não perceba. A história nos ensina a não idealizar quem amamos e a encarar os términos como uma oportunidade para conquistar a vida que desejamos.

Título: (500) Dias Com Ela, 2009

Direção: Mark Webb

Duração: 1h35

Onde assistir: Star+

Lisbela e o Prisioneiro

Lisbela e o Prisioneiro, 2003 (Globo Filmes/Divulgação)

Já pra quem aprecia um bom filme nacional, “Lisbela e o Prisioneiro” é uma ótima indicação para assistir junto com seu amorzinho. Protagonizado por Selton Mello e Débora Falabella, o filme narra o romance entre a mocinha apaixonada por cinema e o garanhão que conquista corações e desafetos por onde passa.

Título: Lisbela e o Prisioneiro, 2003

Direção: Guel Arraes

Duração: 1h46

Onde assistir: YouTube

De Repente 30

De Repente 30, 2004 (Netflix/Divulgação)

Imagina ter 13 anos e, um belo dia, acordar com 30? Esse é o drama vivido por Jenna, uma adolescente frustrada que idealiza a vida adulta e depois descobre que nem tudo são flores. No meio do caminho, ela descobre que cada fase da juventude deve ser valorizada e aproveitada ao lado das pessoas certas.

Título: De Repente 30, 2004

Direção: Gary Winick

Duração: 1h38

Onde assistir: Netflix

P.S. Eu Te Amo

P.S. Eu Te Amo, 2007 (Divulgação)

Se você não tem vergonha de chorar na frente do seu namorado ou namorada, essa é para você. “P.S. Eu Te Amo” conta a história de uma mulher após a morte do marido dela. O que ela definitivamente não esperava é que ele deixaria cartas para ela ler depois que ele morresse, a incentivando a seguir a vida sem ele.

Título: P.S. Eu Te Amo, 2007

Direção: Richard LaGravenese

Duração: 2h06

Onde assistir: Telecine, Amazon Prime Premium

Questão De Tempo

Questão de Tempo, 2013 (Divulgação)

Pra quem gosta de histórias de amor com um “quê” de fantasia, “Questão de Tempo”, ou “About Time”, é o filme ideal. O longa conta a história de um jovem que herda da família a capacidade de voltar no tempo. Com essa habilidade, ele conquista a garota dos sonhos e a vida quase perfeita, mas depois acaba descobrindo que a beleza mora na imprevisibilidade.

Título: Questão de Tempo, 2013

Direção: Richard Curtis

Duração: 2h03

Onde assistir: Netflix e Amazon Prime

Amor e Outras Drogas

Amor e Outras Drogas, 2010 (Divulgação)

Estrelado pelos brilhantes Jake Gyllenhaal e Anne Hathaway, “Amor e Outras Drogas” conta o romance entre uma jovem livre e um farmacêutico bem sucedido. A história dos dois, porém, acaba sendo atravessada por um grave problema de saúde que trará dilemas para a relação.

Título: Amor e Outras Drogas, 2010

Direção: Edward Zwick

Duração: 1h52

Onde assistir: Star+

Larissa Reis

Graduada em jornalismo pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) e repórter do BHAZ desde 2021. Vencedora do 13° Prêmio Jovem Jornalista Fernando Pacheco Jordão, idealizado pelo Instituto Vladimir Herzog. Também participou de reportagem premiada pela CDL/BH em 2022.

Mais lidas do dia

Leia mais

Acompanhe com o BHAZ