Homem que invadiu casa e matou PM mineiro no banho é condenado e terá que indenizar família

polícia
Homem foi condenado a prisão por matar policial (Amanda Dias/BHAZ)

Um homem foi condenado a 18 anos de prisão pela morte de um policial na cidade de Pedra Azul, no Norte de Minas. Segundo o TJMG (Tribunal de Justiça de Minas Gerais), o autor do crime tem 26 anos e é um motorista de transporte de carga.

O crime ocorreu em outubro de 2020, em Cachoeira de Pajeú, também no Norte do Estado. De acordo com o Ministério Público, o autor pulou o muro da casa do policial e entrou, armado, pela janela. Já dentro da residência, o homem atirou no policial enquanto ele estava no banho. A vítima, de 32 anos, morreu com nove tiros.

Segundo a denúncia, o caminhoneiro cometeu o crime porque queria se vingar do militar por ter se envolvido com sua companheira. Para o Ministério Público, a motivação foi torpe e a vítima foi apanhada de surpresa, sem possibilidade de se defender.

Indenização

O réu não poderá recorrer em liberdade e também deverá arcar com indenização de R$ 20 mil, por danos morais, para a família da vítima. A Justiça condenou o homem pelo crime de homicídio qualificado (motivo torpe e com utilização de meio que dificultou a defesa da vítima).

Jordânia Andrade
Jordânia Andradejordania.andrade@bhaz.com.br

Repórter do BHAZ desde outubro de 2020. Jornalista formada no UniBH (Centro Universitário de Belo Horizonte) com passagens pelos veículos Sou BH, Alvorada FM e rádio Itatiaia. Atua em projetos com foco em política, diversidade e jornalismo comunitário.

Comentários