Hospital Sarah Kubitschek oferece reabilitação pós-Covid em BH

Hospital Sarah BH
Em BH, o hospital da Rede está localizado na Avenida Amazonas, no bairro Gameleira

Os hospitais da Rede Sarah estão com um programa de reabilitação de pacientes com sequelas neurológicas da Covid-19. Em Belo Horizonte, o Hospital Sarah Kubitschek, na região Oeste da capital, está realizando o atendimento gratuito. Segundo o hospital, não há limite de vagas e a solicitação pode ser feita pela internet.

Na capital mineira, já foram atendidos mais de 175 pacientes, desde o inicio do programa, em junho do ano passado. Com mais 170 mil contaminados pela Covid-19 na cidade, a doença deixou sequelas em muitos dos recuperados, inclusive em quem teve as formas mais brandas da doença.

Ainda de acordo com os responsáveis pelo programa, em geral, o tempo de espera é de até 30 dias após a solicitação do atendimento. Todas os brasileiros podem fazer a solicitação de atendimento no site da Rede Sarah. Após o envio do requerimento, uma equipe técnica especializada avalia cada caso com base em critérios de reabilitação. Para realizar a solicitação, clique aqui.

O programa está estruturado para atender pacientes com sequelas que envolvem exclusivamente alterações neurológicas, tais como:

  • Acidente Vascular Encefálico;
  • Síndrome de Guillain-Barré;
  • Inflamações na medula espinhal;
  • Lesões do plexo braquial;
  • Fraqueza muscular com dificuldade no movimento;
  • Perda de força ou da sensibilidade nos membros superiores e inferiores;
  • Alterações do equilíbrio e da coordenação motora;
  • Alteração da memória, do planejamento e da iniciativa que requerem a necessidade de ajuda de terceiros no cotidiano. 

Tratamento

Além do programa de reabilitação presencial, também existe o teleprograma de reabilitação, com atividades por teleatendimento para aqueles pacientes que não podem ou não querem o atendimento presencial no momento.

Segundo o hospital, o programa de reabilitação é individualizado para cada paciente, considerando o quadro e as necessidades de cada pessoa. Ele ainda conta com uma equipe multidisciplinar composta por médicos neurologistas, enfermeiros, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, nutricionistas, psicólogos, assistentes sociais, pedagogos, professores de educação física, dentre outros profissionais. 

Desta forma, o programa se inicia com uma avaliação com a equipe multidisciplinar e, em seguida, definem-se as metas em conjunto com o paciente, atividades e carga horária de reabilitação. Em muitos casos, ao considerar o grau de incapacidade do paciente, o hospital também trabalha com o treinamento familiar, com práticas centradas na família.

Para iniciar o acompanhamento na Rede Sarah é necessário que o paciente esteja apto para reabilitação, apresentando condições clínicas favoráveis. Assim, ele já procura o Hospital Sarah com o diagnóstico fechado e, no site, faz a solicitação da especialidade referenciada.

Rede Sarah

A Rede Sarah de Hospitais de Reabilitação é uma instituição pública, sendo assim, o paciente não precisa pagar pelos atendimentos. Todas unidades estão recebendo pacientes para reabilitação de sequelas pós-Covid-19, desde junho de 2020. Além de Belo Horizonte, a Rede tem hospitais em Brasília, Belém, Fortaleza, Macapá, Rio de Janeiro, Salvador e São Luís.

Edição: Roberth Costa

Comentários