Influenciadora morre em transmissão ao vivo após ser incendiada por ex

Influenciadora chinesa Lamu
Homem já tinha sido reportado às autoridades por violência doméstica (Reprodução/TikTok)

Uma influenciadora chinesa morreu depois de ser incendiada pelo ex-marido, durante uma transmissão ao vivo. A mulher de 30 anos, conhecida nas redes sociais como Lamu, teria sido coberta por combustível e depois incendiada pelo homem. A moça sofreu queimaduras em 90% do corpo e morreu nessa quarta-feira (30), duas semanas depois do ataque.

Lamu era popular no aplicativo Douyin – a versão chinesa do TikTok – no qual já acumulava milhares de seguidores. Da província chinesa de Sichuan, ela compartilhava uma vida rural pacata nas redes sociais. De acordo com o veículo estatal Beijing Youth Daily, o ex-marido da jovem teria invadido sua casa com uma faca e combustível durante uma live da mulher para os fãs.

A influenciadora chegou a receber tratamento médico logo após o ataque de 14 de setembro. A família pediu ajuda financeira aos seguidores de Lamu para bancar a recuperação da chinesa. A vaquinha arrecadou o equivalente a mais de R$ 800 mil, mas a mulher não resistiu aos ferimentos.

Violência doméstica

Ainda de acordo com o jornal, o responsável pelo crime tinha um histórico de violência doméstica contra Lamu. O casal se separou em maio deste ano e cada um conseguiu a custódia de uma das duas crianças que tiveram juntos. Logo após o divórcio, o homem ameaçou matar um dos filhos se Lamu não se casasse com ele novamente.

Temendo pela segurança do filho, Lamu se casou com ele novamente. Mas com o histórico de agressividade, a mulher acabou fugindo do ex-marido. Dessa vez, o homem conseguiu a custódia das duas crianças. Desde então, Lamu vivia afastada, até ser encontrada e atacada pelo homem.

A polícia prendeu o homem no dia do ataque, 14 de setembro, sob a suspeita de homicídio doloso, quando há intenção de matar. A investigação das autoridades ainda está em andamento.

Edição: Thiago Ricci
Guilherme Gurgel
Guilherme Gurgelguilherme.gurgel@bhaz.com.br

Estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Escreve com foco nas editorias de Cidades e Variedades no BHAZ.

Comentários