Jovem que matou ex-namorada na frente da mãe em BH é condenado a 26 anos de prisão

Jovem condenado por feminicídio
Talisson Alves ainda tentou matar a mãe da vítima (Marcelo Gomes de Almeida/TJMG)

Um jovem de 21 anos foi condenado a 26 anos e três meses de prisão pelo feminicídio da ex-namorada, Ester Ferreira Gomes, cometido em março de 2020 (relembre aqui). A decisão foi tomada nessa segunda-feira (26) pelo Conselho de Sentença do 3º Tribunal do Júri de Belo Horizonte.

Talisson Alves Martin da Silva ainda tentou matar a mãe da ex-namorada, após atirar contra a jovem de 20 anos na frente dela, no meio da rua, no bairro Alto Vera Cruz. Ele chegou a apontar a arma para a cabeça da ex-sogra e acionar o gatilho, mas o tiro não foi detonado.

Ester Ferreira Gomes
A vítima foi abordada pelo ex-namorado a caminho do trabalho (Reprodução/Redes sociais)

De acordo com o Ministério Público, o crime foi cometido por motivo torpe, já que o autor tinha um sentimento de posse pela ex-namorada e não aceitava o término do relacionamento. Ele vai cumprir a pena em regime fechado.

Jovem admitiu o crime

Em plenário, diante da juíza Fabiane Cardoso Gomes Ferreira, Talisson Alves foi interrogado e admitiu o assassinato, mas disse que não premeditou o crime. Ele conta andava armado porque estava sendo ameaçado, e que atirou após uma discussão com a ex.

O réu pediu ainda desculpas à família da vítima e afirmou que “nada justificava o que ele fez”. Além do motivo torpe, o jovem também foi condenado por cometer o crime utilizando recurso que dificultou a defesa da vítima, já que ele a surpreendeu a caminho do trabalho.

De acordo com a decisão, o crime foi cometido contra a mulher por razões da condição de sexo feminino, em contexto de violência doméstica e familiar, configurando o feminicídio. O casal teve uma relação conturbada e com agressões físicas por cerca de cinco anos. 

Relembre

Ester Ferreira Gomes foi assassinada no dia 17 de março de 2020, enquanto andava na rua com a mãe em direção ao trabalho, na região Leste de Belo Horizonte. As duas faziam o trajeto como de costume quando se depararam com Talisson Alves Martin da Silva.

“Você tá me traindo com vários homens, você vai ver”, teria esbravejado ele em direção à Ester, segundo a Polícia Militar. Na sequência, o homem sacou uma arma e atirou diversas vezes contra a operadora de telemarketing. Em ato desesperado, a mãe ainda tentou entrar na frente dos disparos, sem sucesso.

Ester conseguiu fugir e tentou se abrigar em uma residência, mas o homem foi atrás e, mesmo com a vítima caída, realizou novos disparos. Em seguida, fugiu. A vítima foi levada imediatamente ao hospital João XXIII por populares, mas morreu logo após dar entrada, por volta das 7h30.

Ester e Talisson começaram a namorar quando ainda eram adolescentes, com 15 anos. Os dois mantiveram o relacionamento por cinco anos até que Ester resolver colocar um fim em janeiro deste ano. Talisson, no entanto, nunca conseguiu aceitar o término, conforme a mãe da vítima contou aos militares. Desde então, as ameaças eram corriqueiras.

Edição: Giovanna Fávero
Sofia Leão
Sofia Leãosofia.leao@bhaz.com.br

Estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Escreve com foco na editoria de Esportes no BHAZ.

Comentários