Jovem é preso por agredir companheira com pedaço de bambu e ameaçá-la com revólver em Minas

polícia viatura pm
Polícia Militar prendeu o autor na casa onde ocorreram os crimes (Yuran Khan/BHAZ)

Um homem de 23 anos foi preso na tarde de hoje (14) no bairro Limoeiro, na cidade de Timóteo, região do Rio Doce, após sua companheira, uma jovem de 24 anos, denunciar que já foi agredida por ele em várias ocasiões diferentes. Em um dos episódios, o rapaz chegou a usar um pedaço de bambu para bater na mulher.

De acordo com a Polícia Militar, ele foi preso por lesão corporal, ameaça, posse ilegal de arma de fogo e tráfico de drogas. A vítima relatou aos policiais que vinha sofrendo uma série de agressões do companheiro desde o último sábado (11).

Segundo a jovem relatou à corporação, o autor a agrediu com bambu, o que deixou marcas em todo o corpo, principalmente nas costas. Na tarde desta terça, as agressões ganharam tom de ameaça de morte, quando o homem apontou um revólver para o rosto da vítima e fez inúmeras ameaças caso ela denunciasse a violência.

Mãe do autor autoriza buscas na casa

Depois das agressões contra a própria companheira, o homem a expulsou de casa e jogou seus pertences na rua. A jovem acionou a PM e os militares seguiram para a residência onde ocorreu o crime. A mãe do autor autorizou que a corporação realizasse buscas no imóvel.

O suspeito foi encontrado em um dos quartos e foi preso em flagrante. Na residência ainda foram encontrados um revólver, 35 munições calibre 38, uma balança de precisão, meio quilo de maconha, sacolas para embalar entorpecentes e pouco mais de R$ 9 mil. O homem e os materiais apreendidos foram encaminhados à delegacia.

App MG Mulher: Saiba como ajudar

Desenvolvido pelo Governo de Minas Gerais, por meio da Polícia Civil, o aplicativo MG Mulher é uma plataforma voltada à divulgação de conteúdos de orientação e informações relativas à temática da violência contra a mulher.

A plataforma será utilizada também como suporte às vítimas por meio da operacionalização de uma rede de apoio, serviços e rápido contato em caso de violação de direitos.

O aplicativo está disponível para download gratuito na AppStore e na GooglePlay e pode ser utilizado por todos os cidadãos de Minas, especialmente mulheres em situação de violência. Além disso, os canais de contato com as autoridades também estão disponíveis pelo 193 e 181, para denúncias anônimas.

São ofertadas, no app, duas interfaces:

Informacional: Por meio de uma lista dos locais de funcionamento de serviços de proteção e orientação para a mulher, além de disponibilização de conteúdos de texto, áudio e vídeo com informações sobre o universo da prevenção à violência contra a mulher.

Privada: Permite criar uma rede de contatos para que o usuário possa, com apenas um clique, acionar via SMS as pessoas cadastradas quando vivenciar qualquer situação de risco ou perigo.

Jordânia Andrade
Jordânia Andradejordania.andrade@bhaz.com.br

Repórter do BHAZ desde outubro de 2020. Jornalista formada no UniBH (Centro Universitário de Belo Horizonte) com passagens pelos veículos Sou BH, Alvorada FM e rádio Itatiaia. Atua em projetos com foco em política, diversidade e jornalismo comunitário.

Comentários